[HIST. PARALELA] Os novos Cavaleiros Lendários!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Mensagem por Joruno de Cisne em Sab Maio 02, 2015 12:53 pm






NCL




SETH
Me parece que o Fenrir acreditou no que eu disse a ele. Aquela história de evoluir e mais “colou”. Nunca menti para ele, mas desejo evoluir de forma mais rápida que ele. Esta nossa futura aventura com certeza trará bons frutos. Daqueles que você come e pede mais (Guess “K”).
Ainda penso sobre o que fazer. Caminhar, lutar, interagir, evoluir. Como? O que nós dois faremos a partir de agora? O nome dele deriva de um ser mitológico Asgardiano.
Pronto!
Será que deuses Asgardianos também existem ou será o nome dele apenas uma homenagem ao Fenrir? A julgar pelas habilidades humanas que aquele ser tem deve ser apenas a segunda opção. Levanto-me e o digo que devemos começar a andar, se não logo a preguiça nos irá atingir.
Descendo o penhasco, pego o meu arco que outrora havia deixado ao chão. A cidade que não muito longe daqui existe deve ter alguns artefatos de guerra. Creio que isto será de extrema importância à nossa aventura. Estou descendo o penhasco junto ao Fenrir, olho para o homem e o comunico sobre a minha necessidade de adquirir flechas. Ele concorda em ir comigo até a cidade.
Vejo tantas pessoas, algumas lindas outras horrorosas. Algumas rica e outras miseráveis. Digo, tudo isso foi criado pelos Deuses? E eles acham-se perfeitos? Isso é muito engraçado...
Chego até a loja de artefatos de guerra por meio de perguntas aos moradores da área. Peço 15 flechas para o vendedor e então o pago. Falo com Fenrir:
O que devemos fazer agora Fenrir? Creio que você será o líder dessa viagem. Para constar, senti um certo cosmo à noroeste da cidade, quer averiguar?
Abro a porta da loja e saio do recinto, olho para Fenrir e espero a resposta do mesmo.









Última edição por Kyōkai em Ter Maio 05, 2015 5:11 pm, editado 2 vez(es)
Mensagens : 18

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 1

Pontos : 30

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 1

Data de inscrição : 26/12/2014

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 1

Ver perfil do usuário
avatar
Cavaleiro de Bronze

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Fenrir de Dragão em Sab Maio 02, 2015 6:01 pm

Um Cosmo?

Se eu quero acompanhar o destino da humanidade preciso evoluir rápido e quando digo "evoluir" não é apenas ficar forte, mas sim adquirir experiências das mais variáveis possíveis, uma jornada curta ou longa seria de bom tamanho, uma coisa ainda me intrigava e isso era o meu nome não que eu tivesse algo contra ele, mas como é "Fenrir" algumas pessoas se recordariam e me questionaria sobre ele, me pergunto como seria se eu falasse a eles Sim, Claro. Eu sou Fenrir a besta nórdica de Asgard e filho de Loki de fato seria engraçado ver a reação dos humanos em desespero ou assustados com a resposta, mas isso não passaria da minha mente, usar um nome humano? Talvez, mas não agora, enquanto ia à pequena cidade pude refletir um pouco sobre a humanidade, um local tão pobre e degradante, me dava pena só de olhar para aquelas pessoas passando fome e outras morrendo aos poucos, nossas roupas chamavam atenção do publico e talvez por causa da raridade, fui com aquela pessoa comprar suas flechas e não demoramos muito lá dentro espero que as flechas sejam suficiente já que é a especialidade dele ataque à distância, isso não seria um problema com minha habilidade em curta distância, mas depois de tanto tempo "morto" iria precisar um pouco de tempo para voltar a ativa como antes, escutei quando ele me falou sobre esse tal cosmo ao noroeste e quando me apontava como líder, depois de um certo tempo iria novamente comandar algo, isso me empolgava novamente. - Líder é? Hmm, já faz muito tempo que não comando algo, de qual quer forma minha experiência contará, vamos andando quero averiguar este cosmo ao noroeste como você falou. - Dito isso não esperei por sua resposta e segui andando com ele até o noroeste, aproveitei para lhe perguntar algo "importante". - Você, como se chama? Lutamos e até agora não sei o seu nome. - Finalizei e esperei sua resposta.
Mensagens : 19

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 26

Pontos : 27

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 26

Data de inscrição : 26/12/2014

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 26

Idade : 21

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 26

Ver perfil do usuário
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Led em Sab Maio 02, 2015 6:45 pm

Forasteiros?




     O clima ameno daquela tarde não agradava Seth. Para ele, os frios glaciais eram muito mais tranquilizadores, afinal ele passara oito anos sobrevivendo a um deserto de gelo e passando por situações de vida ou morte. Conseguiu superar todas elas, e também superaria esse treino.
     Ymir, o atual cavaleiro de aquário (e mestre de Seth, por mais que o mesmo não gostasse de usar essa nomenclatura), ordenara a todos que saíssem em busca de treinar seus aspectos físicos de psicológicos para que, quando voltassem (e se voltassem), estivessem mais preparados para os próximos testes. Sua intenção era cada vez mais diminuir o número de candidatos e, ao final, apenas um restaria. E Seth faria de tudo para que fosse ele.
     O aspirante a cavaleiro de aquário andou por imensas distâncias, sem rumo, até encontrar uma grande aglomeração que não era uma vila. Era uma caravana. Mais precisamente, era uma caravana de ladinos que se dirigia até a próxima cidade para que pudessem saqueá-la até o último recurso e continuarem sua viagem. Era assim que ganhavam a vida. E Seth realmente se incomodava com isso.
     Não que ele se importasse com aquelas pessoas que eram roubadas, ou que desejasse fazer o bem, ou o certo. Ele apenas queria encontrar oponentes para que pudesse lutar e saciar sua sede de sangue e morte, o que lhe cairia muito bem com essa caravana que encontrara ao acaso. Não demorou uma hora até que o último ladrão estivesse morto no chão, com seu crânio afundado devido a um soco de Seth.
     Após a matança ele sentiu-se bem. Não estava cansado, aprendera a controlar seu poder de modo que apenas usasse o necessário, sem desperdiçar energia. Além do mais, sua sobrevivência nas terras gélidas lhe fizeram ganhar uma resistência física descomunal até para um ser humano. Ele poderia matar outra caravana inteira de ladinos sem se cansar.
     De súbito foi tirado de seus pensamentos por dois homens que vinham caminhando ao longe. Um deles, branco de cabelos brancos, caminhava na frente com uma postura autoritária, o que fez Seth pensar que, dos dois, era ele quem comandava. O outro, que andava mais atrás, tinha cabelos bem cortados e traços finos, dando-lhe uma aparência feminina aos olhos de Seth. Seu corpo, no entanto, era musculoso e ele era um pouco mais baixo que o homem que o liderava. Seth reparou que ele portava um arco e havia equipado uma aljava de flechas em suas costas.
     Talvez fossem adversários melhores que os homens que ele havia acabado de matar, cujos corpos agora se encontravam a quilômetros de distância. Talvez quisessem ser companheiros de viagem, mas isso não parecia uma opção para Seth, afinal ele não se misturava com ninguém. Além do mais, eles seguiam caminhos opostos, e assim deveriam permanecer.
     Seth não falou nada. Apenas notou que eles vinham em sua direção, como se já quisessem encontrá-lo, e acompanhou-os com os olhos, mantendo uma postura firme e ereta. Estaria pronto para qualquer batalha que pudesse se iniciar. Ficou quieto, em silêncio, enquanto os homens se aproximavam. Seus punhos estavam cerrados e eles estava pronto para tomar uma postura de ataque.





Mensagens : 14

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 45

Pontos : 20

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 45

Data de inscrição : 20/04/2015

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 45

Idade : 23

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 45

Ver perfil do usuário
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Fenrir de Dragão em Dom Maio 03, 2015 6:46 am

Um alvo! Aliado ou Inimigo?

Uma caminhada calma, passos curtos e bem silenciosos pela rota de onde vinha tal cosmo, trazia uma brisa refrescante que acalmaria qual quer fúria, um local nada conhecido, mas que aparentava ser perigoso para um ser humano comum, as vezes eu me perguntava como que eles sobreviviam em um local sem dinheiro, sem comida e sem amor, digno de pena uma sociedade desta, se apegar aos Deuses é a melhor das opções para eles, talvez tenham misericórdia dos pobres coitados, a saída da cidade me deixava mais leve e aquela rota aberta como um campo enorme me chamava muita atenção, talvez fosse ali que estivesse o nosso "procurado". O sol já estava se pondo e o chão nada tão quente como antes, as aves voltavam para seu bando e desaparecia nas extremidades do céu, animais indefesos retornavam a suas casas, enquanto a tarde chegava e nosso ponto se aproximava de nós aos poucos, deveria está andando ou não sei, seu cosmo não era tão grande assim, se igualava ao meu e do meu parceiro arqueiro, que por sinal eu ainda não sabia seu nome, lembrei-me de que alguns aspirantes citaram que guerreiros dos Deuses, Apolo e Ártemis retornaram assim como o seu Deus, mas pelo arco ele me parecia ser um caçador de Ártemis, isso era confuso já que seu traje não parecia nem um pouco "feminino", então provavelmente seria um Guerreiro de Apolo, o Deus do Sol. Olhei de lado e observei a atenção no guerreiro que estava muito calmo, ele realmente não era apenas forte nas suas habilidades, mas sim na sua personalidade também. Queria saber que tipo de pessoa encontraria no local, será uma mulher? Um homem? Ou um Deus reencarnado na terra assim como eu? De fato, interessante, a tarde chegava e o céu começava a escurecer quando avistamos um ser de longe, logo contatei a pessoa ao meu lado. - Parece que encontramos ele. - Disse isso enquanto andava até ao seu encontro, senti que ele havia nós percebido também e isso me deixava entusiasmado claro que não sabia como seria nosso dialogo, mas será que ele queria lutar conosco? Isso é deveras chato, ter que lutar novamente, mas se fosse o caso não podia fazer nada. Não demorou muito para que ficasse cara a cara com ele, estava ha aproximadamente 20 metros de distância daquele ser de pele branca, cabelos negros curtos e espetados, sua aparência já era um pouco velha, creio que 23 anos por ai, mas em idade eu ainda ganhava não só dele como do meu amigo que estava ao meu lado, sua aparência era bem forte então permaneci calmo com o olhar bastante frio assim ele perceberia que não estava ligando para sua personalidade ou de onde veio, reparei que ele fechou seus punhos se preparando para uma luta, isto me incomodava, mas que assim seja. - Então o cosmo era o seu, mas me parece que você é bem esquentado, relaxe seu punho, forasteiro. - Disse a ele. Não esperava uma resposta do jeito que o mesmo estava parecia querer pular em cima de mim para me matar, para quem estava morto isso não seria um problema. - Acredite, não quero lutar com você, embora pareça bastante interessante... - Finalizei e dei uma olhadinha de lado para ver a reação do meu amigo, como será que ele reagiria com aquela pessoa diante dos nossos olhos. Não mudei a minha personalidade, continuei com a aparência fria e olhando para ele como se fosse mata-lo só com o olhar, entendam, não quero passar uma impressão de fraco para um desconhecido.
Mensagens : 19

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 26

Pontos : 27

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 26

Data de inscrição : 26/12/2014

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 26

Idade : 21

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 26

Ver perfil do usuário
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Joruno de Cisne em Dom Maio 03, 2015 2:34 pm






NCL




Inimigo! Aliado! O terceiro guerreiro!
A caminhada está prestes a começar. Enquanto estamos prosseguindo até o noroeste da cidade Fenrir pergunta-me o meu nome. Me tomo conta que já lutamos, conversamos e fizemos uma dupla, mas ainda nem apresentei-me corretamente. Será que ele pensa que estou tentando me esconder? Não exatamente...
-Meu nome é Kyokai...
Não lembro-me de ter revelado que pertenço ao Reino de Apolo. Creio que esse dado não é de extrema importância nesse momento. Estamos indo de encontro até um desconhecido e deveremos estar juntos para que nada de errado aconteça. Chegamos então ao encontro do homem. Não sou de olhar aos detalhes físicos das pessoas, logo não percebi nada tão impressionante nesse quesito...
O clima é um pouco tenso. Aparentemente o estranho não gostou da nossa repentina presença.
Tocando no assunto "repentino"!
Algo repentino é equiparado à surpresa. Exato, o homem surpreendeu-se ao nos ver. Ora, ele não havia sentido nossos cosmos? Eu não tentei ao menos me esconder...
Provavelmente aquele homem não tinha conhecimento do cosmo. Embora isso não interferisse em nosso provável embate já que eu ainda não consigo usar nenhuma técnica.
Tomei a postura dele como ameaçadora. Acabei de sair de uma luta e ainda sim minha sede não havia acabado. No momento em que ele fecha os punhos eu percebo que está pronto para o ataque.
Seguro meu arco -que está apontando ao chão - com a mão esquerda firmemente. Levanto a minha mão direita até a minha aljava, agarrado a ponta de uma flecha. Fenrir, tal como um líder, disse palavras para acalmar o homem que ali se encontrava. Em resposta ao meu parceiro digo:
-Ele está pronto para atacar. Tens certeza que é melhor conversar? Nós apenas chegamos aqui e ele já ficou tenso. Posso sentir isso...
Minhas ações estão sendo um tanto precipitadas. Mas se eu quisesse ter auto-controle teria me candidatado como líder. Controlar-me é o dever de Fenrir. Mantenho minha posição, qualquer movimento brusco e uma flecha estaria na face daquele homem... Que eu não sei o nome.
-Estranho, qual teu nome?
Deixo minha última frase como um convite à calmaria. O tom da resposta poderia decidir nossas futuras ações.








Mensagens : 18

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 1

Pontos : 30

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 1

Data de inscrição : 26/12/2014

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 1

Ver perfil do usuário
avatar
Cavaleiro de Bronze

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Led em Seg Maio 04, 2015 8:42 pm

Não Haverá Sangue




     Seth olhou atentamente aqueles dois homens que agora estavam na sua frente. O homem de cabelos brancos (que agora ficara claro que era o líder) não parecia mais forte que o outro. Na verdade os dois pareciam ter o mesmo nível de poder. A diferença era apenas que o homem mais musculoso estava mais disposto a batalhar, já que sacara seu arco enquanto esperava uma ordem de seu líder.
     - Acredite, não quero lutar com você, embora pareça bastante interessante... - Dissera o líder, e Seth se perguntou se ele não estava evitando uma luta por estar com medo. Mas manteve o silêncio, onde apenas respirava e controlava seu impulso de atacá-los.
     - Ele está pronto para atacar. Tens certeza que é melhor conversar? Nós apenas chegamos aqui e ele já ficou tenso. Posso sentir isso... - O outro homem disse, após sacar seu arco e apontá-lo para o chão. Um forte gesto defensivo que Seth sabia que significava apenas uma coisa "mova-se e eu atiro, mas não lhe atacarei se não precisar", e isso lhe mostrou que sua presença deixava os dois homens muito desconfortáveis. De certa forma ele ficara satisfeito com essa atitude, lhe mostrava que ele poderia ser uma ameaça para aqueles dois. E ele realmente não se importava com uma flecha, estava treinando para se tornar um cavaleiro de ouro, poderia facilmente evitá-la simplesmente por instinto. - Estranho, qual teu nome?
     Seth controlou mais seu impulso e inspirou fundo. Sentia que a temperatura já esfriara e isso era capaz de acalmar seus ânimos. Ymir lhe dissera para sempre pensar com frieza ante qualquer situação, pois assim poderia tirar mais proveito da mesma. Agir por impulso poderia servir contra animais selvagens, mas contra lutadores, principalmente aspirantes as cavaleiros ou espectros, ele sempre deveria pensar antes de agir, pois qualquer descuido poderia ser fatal.
     - Meu nome é Seth - Ele disse ainda mantendo sua posição firme. Mostrava-se claramente na defensiva, e não se importava, ele poderia passar para a ofensiva em frações de segundo, se assim desejasse. - Quem são vocês e o que estão fazendo aqui?




Mensagens : 14

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 45

Pontos : 20

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 45

Data de inscrição : 20/04/2015

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 45

Idade : 23

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 45

Ver perfil do usuário
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum