[Trama principal - Floresta ao norte do Santuário/ Ato 1 - Parte 3 - A caçada]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Mensagem por The Saint em Qui Set 28, 2017 4:08 pm









Narração

Que comecem os jogos.




Num lugar distante dali…

Uma pessoa, o responsável por todo esse caos estava sentado em um local escuro, cujo a única iluminação era de uma lamparina acesa iluminando apenas um tabuleiro de xadrez e o seu corpo dos pés ao joelho, as peças estavam todas organizadas, a criatura apoiava os cotovelos nas coxas, os dedos de suas mãos estendidas e cruzadas com os lábios encostando nos indicadores, queixo nos dedões fazendo um breve apoio.
A criatura dava um sorrisinho desfazendo seu posicionamento, estendia a mão direita reorganizando as peças, moveu 5 peões duas casas a frente na direção de si, simbolizando a movimentação dos cavaleiros de bronze, depois o cavalo posicionou uma casa atrás dos peões simbolizando Pegaso, um movimento do bispo para simbolizar Thynos que fora para frança.
-Vejam… Cavaleiros de Bronze se movimentando, esse jogo será interessante…
A criatura começava a dar risadas e movia as peças que lhe representava, dando um peteleco no peão do canto simbolizando o cavaleiro de Cães de Caça e mais três peões para a frente de encontro aos cavaleiros de bronze.
-Lince foi para França, Hidra… Ah… Sua torre maldita, eu vou derrubá-lo na hora certa, deixarei que se divirta um pouco antes de ser destruído e os peões… Esses eu vou me divertir muito matando, um por um…
Disse a criatura para si, estava observando todos os acontecimentos do Santuário e as peças que movera contra os adversários era seu próximo passo.


(esse trecho é afim somente de aumentar a realidade da narrativa, não interajam com esse trecho)
***



ENQUANTO ISSO NA FLORESTA….

Os cavaleiros de Bronze decidiram por unanimidade seguirem juntos, a sua frente estava a floresta densa, diferente de Akos, o novo integrante do grupo Luka de Pegasus permanecia escondido nas sombras, estava investigando os investigadores esperando qualquer sinal que pudesse lhe dar confiança dos acontecimentos.
Seguindo ao norte dali, floresta a dentro os cavaleiros acompanharam as pistas seguindo o caminho denso da floresta a penumbra começava a invadir todos os olhos, estava anoitecendo e a vista tornava-se impossível após 5 metros a frente, mais alguns metros de caminhada e ao longe num som metálico bem baixo, quase inaudível revelava que uma nova batalha estava acontecendo e um rastro de cosmo mostrando o caminho para os cavaleiros.
A batalha estava intensa, eram dois cavaleiros de bronze, um de cabelos rosa, armadura vermelha com correntes, da constelação de Peixe Austral e o outro de cabelos azuis e armadura na mesma cor também com corrente, era guerreiro de Cassiopeia, lutaram bravamente com todas as suas forças, mas eram três inimigos muito poderosos e assim que os cavaleiros de bronze chegam no local da batalha os agressores trajando um manto negro que cobria-lhe todo o corpo tornando-o camuflado na escuridão fogem e se afastam, um pela direita, um pela esquerda e outro pelo meio.
O cavaleiro de Peixe Austral estava caído ao chão próximo dos pés de Gero, sua armadura havia virado farelo e somente as correntes lhe restavam e toda quebrada, com rachaduras, sua visão estava turva, mas parecia reconhecê-lo de qualquer lugar.
-V-você… Você veio…. -Disse o cavaleiro de Peixe Austral.
Porém, o mesmo morreu em seguida.
O cavaleiro de Cassiopeia por outro lado ainda teve forças para se levantar, caminhar até Gero e cair nos braços dele, gastando toda sua força para se segurar nos ombros do Andrômeda e sussurrar em seu ouvido: Cefeu… Cuidado…
Após tal sussurro que era inaudível a todos os outros cavaleiros, seu corpo desaba ao chão morto também, enquanto os agressores misteriosos fugiam de maneira lenta como se duvidasse completamente da capacidade de qualquer cavaleiro de bronze alcançá-los.





Made by Lexiel@Sugar Avatar& Aglomerado
Mensagens : 106

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 1

Pontos : 328

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 1

Data de inscrição : 25/12/2014

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 1

Ver perfil do usuário http://nclrpg.forumeiros.com
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Joruno de Cisne em Qui Set 28, 2017 6:10 pm






Getting Serious


MUDA MUDA MUDA!


- Vamos? - Pergunto para Camaleão. Estava andando lentamente em direção a floresta para seguir a pista que achamos. Era um momento crucial, e de certo, era de suma importância que continuemos juntos. Paro os passos, olho para o céu. A noite logo nos acompanharia, é difícil saber que o nos aguarda nessa densa floresta. Agora as coisas começam a ficar sérias. Mas para mim, é somente mais uma versão da minha passagem de meses na Sibéria. Enquanto nos preparávamos para sair dali, ela me aconselha a colocar a Armadura de Cisne.
Olhando para a urna, eu digo: - Não será necessário, não agora -
Eu já queria partir no momento que perguntei para a pequena Amazona, mas fiquei preso àquele lugar pelo discurso do Dragão sobre ficar junto e etc. Era meio óbvio, mas talvez fosse necessário para que todos mantivessem a união. Ao menos aquilo funcionou.
Dou um suspiro...
Um passo,
O vento balançou meu sobretudo...
- ...Vamos - De costas, olhando de canto para eles, informo o que faria a seguir. Já perdemos muito tempo aqui.
A cada passo o clima ficava mais gelado. A noite caía, uivos começavam a soar em ecos por todos os lados. Definitivamente, um chamar na convidativo. Além disso, o sopro do vento assobiava nos meus ouvidos, por entre as árvores. Nossos passos, secos e constantes, se demonstravam ainda sim apreensivos. O vento trazia todos os tipos de sons, dentre eles, no fundo e bem baixo, ouvi um som metálico. Aparentemente, todos perceberam. Meu semblante muda para um tom sério, ao contrário do anterior, que era mais sereno.
- Bem, é isso -
Corremos em direção ao som. E conforme chegávamos mais perto, o nervosismo parecia aumentar. Mas, por mim, eu nunca sairia do caminho de minha missão.
Não importa o que.
Ao chegarmos, presenciamos o fim de uma batalha. E, ainda no mesmo dia, mais dois feridos. Esse é o perigo que corremos?
Os homens encapuzados correm assim que nos veem. Mas não posso deixar isso ficar assim. Imagino que os outros irão cuidar dos feridos e parto para tentar alcançar aqueles três, não importando se estava em desvantagem ou perigo de vida. Eles têm informações e eu os perseguirei. Eles se dividiram, e comecei a perseguir o do meio. Com certeza, mesmo que tente se esconder, um pequeno rastro se manteria...
E eu corri
Corri
E corri mais...
Mas...
Eu o perdi, não importa o quanto eu tentasse, o quanto eu me esforçasse. Ele estava simplesmente em níveis muito mais altos que o meu. Eu não tinha chance para a velocidade dele. Olho para trás, e vejo apenas árvores e mais árvores.
- Che Cazzo... -
- Eu o perdi de vista, estou sozinho... - Penso comigo mesmo.
Assim que percebo isso, me veio o pensamento de inutilidade. Além de não conseguir alcançar os três, me afastei do meu bando me tornando um alvo fácil.
Ainda sim, um alvo.
- Venha me caçar se tiver bolas, idiota -
Se ele vier para cima de mim, revelará a sua posição. E eu estou pronto para sofrer as consequências de ser um alvo. Se meus companheiros conseguirem os derrotar, se sobrar ao menos um de nosso bando, a esperança estará segura.
- Agora é o momento para ficar sério... -




Tradução:
MUDA = Inútil
Che Cazzo = Mas que merda

Made By: Lollipop @ SA


Mensagens : 22

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Pontos : 36

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Data de inscrição : 26/12/2014

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Ver perfil do usuário
avatar
Cavaleiro de Bronze

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Jade de Camaleão em Qui Set 28, 2017 7:30 pm

Jade de Camaleão

 
A
próxima pista...


Após o discurso do Dragão,todos decidimos ir para a floresta, cada um deles decidiu não usar armadura, já eu preferi trajar a minha pois instinto de mulher jamais falha. Ouvi alguns barulhos ao adentrar na floresta com os outros e agora, graças a 3 silhuetas encapuzadas, mais 2 santos leais à Deusa estavam gravemente feridos, esperava que conseguissem ajuda-los. Os 3 se dividiram e assim que o da direita começou a correr, graças ao fato de ser pequena me deu mais chance de correr entre as árvores e por já estar de armadura meu chicote já estava em mão, o lancei e logo graças a seu comprimento, o peguei, assim como a língua do camaleão pega sua presa.


Porém, ao pegar um deles, o mesmo fez força para escapar do aperto do chicote, ao fazer isso o faço apertar ainda mais.


- Nessas horas que eu gosto de ter habilidade com armas - sussurrei baixinho para mim mesma.


Enquanto apertava o oponente com o chicote, ele acabara caindo sentado ao se espernear para tentar se ver livre do mesmo. Comecei a dar passos para trás puxando o corpo comigo mas ele não parava quieto... Tava na hora daquele trabalho em equipe da qual nos juntamos para ter.


Eu estava perto demais ainda de onde tinha saído, talvez um grito, mesmo que pouco sensato e podendo chamar a atenção demais oponentes, era o necessário agora.


- OE! AQUI, PEGUEI UM! MAS ESTÁ DIFÍCIL SEGURAR!

Eu fazia o máximo de esforço para segurar mas estava difícil, agora o corpo estava se levantando e começando um cabo de guerra com o chicote como corda, se eu soltasse o mesmo fugiria provavelmente emaranhado em meu chicote. Soltar não era uma opção,
eu era pequena mas ainda sim era treinada, embora o oponente estivesse mais forte a cada segundo eu esperava que alguém me ajudasse.




A próxima pista  

Mensagens : 11

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Pontos : 17

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Data de inscrição : 30/12/2014

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Idade : 19

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Localização : São Paulo - Capital

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Ver perfil do usuário
avatar
Cavaleiro de Bronze

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Gero de Andrômeda em Qui Set 28, 2017 8:54 pm
Andrômeda
A ponta afiada da corrente
   Com o choque do corpo morto de meu aliado em meus braços, minha caixa de pandora foi ao chão e eu não conseguia ouvir nada. Os animais, a floresta, tudo parecia estar em um limbo sonoro do qual eu não podia sair nem me mover. Estava em pé, com meus antigos companheiros mortos na minha frente, Eu segurava Cassiopeia como uma filha segura sua mãe em seu leito de morte, isso , sem tirar os olhos do corpo de Peixe Austral ,  um som repentino começou a se fazer na minha mente , como uma batida em uma grande porta de madeira , se tornando mais forte e mais impaciente a cada batida , minha visão começava a oscilar entre um passado de treino com meus amigos , e seus corpos caídos , entre os poucos momentos que tivemos de diversão na ilha contrastando com o sangue escorrendo de suas bocas e me fazendo comparar meu estado atual com o de um interruptor quebrado , ascendendo e apagando rápido demais para continuar funcionando  perfeitamente .

Me abaixei para colocar os corpos lado a lado , porem ao me levantar , todos os sons retornaram de uma vez ,  eu encarava o caminho escuro feito pelos inimigos como se o mesmo fosse uma entidade por si só , meu pacifismo havia abandonado minha mente de mãos dadas com minha lucidez e eu continuava encarando o escuro como se ele fosse o meu pior inimigo.
Comecei a caminhar em direção a ele
“Eles sequestraram minha deusa e mataram meus amigos “ Repetia incansavelmente...
“Eu sou Andrômeda , o cavaleiro da proteção e da Justiça  “ dizia entre uma frase e outra...

Um estrondo de luz saiu da caixa que já tinha ficado para traz de mim a muito tempo e o som amortecido dos meus sapatos no meio da mata foram substituídos pelos sons metálicos de minhas botas contra as pedras no chão ...
Minhas luvas protegeram meus punhos cerrados de ódio acompanhados do peitoral que parecia aumentar e diminuir conforme minha respiração primitiva preenchia e esvaziava meus pulmões ...
As correntes me escravizaram se enrolando em meus braços como serpentes famintas, a ira delas era perceptível pela forma que se levantavam como um predador prestes a dar o bote , passando até da altura da minha cabeça ...
E por fim, o elmo , em contraste com meus  grandes olhos rosados que ardiam como chamas vivas pela mistura perigosa do ódio com o cosmo.
Abaixei até a altura do pescoço a bandana que cobria uma boa parte da minha boca, deixando a mostra meus dentes pontiagudos travados como o de um leão em um cordeiro

“Eu sou Andrômeda , o cavaleiro da proteção e da Justiça “ repeti uma última vez
  “ E Justiça está bem longe do que eu vou dar a eles !”
Mensagens : 10

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Pontos : 14

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Data de inscrição : 04/09/2017

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Ver perfil do usuário
avatar
Cavaleiro de Bronze

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Akos de Dragão em Sex Set 29, 2017 6:47 pm


Rising 愛 Dragon



TAcho impressionante que toda uma situação delicada por si só possa mudar completamente e de modo extremamente rápido. E com isso quero dizer:

- PORQUE EU FALEI TUDO AQUILO SÓ PRA SE DESMEMBRAREM E CORREREM QUE NEM IMBECIS!?!?

Joruno, com seu raciocínio elevadíssimo e consciente do fato da união fazer a força, saiu voando em direção a um dos inimigos, especificamente o do meio. Enquanto isso, Jade, com sua agilidade e sensatez, correu e conseguiu capturar o invasor que fugiu pela direita. Me sinto obrigado, infelizmente, a agir de modo semelhante. Um dos invasores fugiu para a direita. Decidi avisar aos Cavaleiros restantes de meu movimento, já que se vamos nos separar, vamos de modo ordenado. Visto a minha armadura, e parto para a caçada atrás do fugitivo da esquerda.

Mesmo ao avisar meus companheiros sobre minhas intenções, não perdi o maldito de vista. Procurei sempre manter o local por onde fugiu de olho, para que eu possa o encontrar o mais rápido possível. Portanto, ao avançar em sua direção, consegui progredir na minha busca de modo bem eficiente. Depois de um tempinho, já estava quase o alcançando!

Assim que o tive em vista, não hesitei em partir para o combate. Queria terminar o mais cedo, para retornar com ele e extrair o máximo de informações possíveis. Quando ele teve ciência de que eu estava atrás dele, já era tarde demais.  Desferi uma série de golpes precisos ao longo de seu corpo, não a modo de matar ele, mas sim imobilizar e tornar-lhe em um mero boneco, sem capacidade de fazer nada. Perfeito.

Após conseguir tal proeza, eu o deixei inconsciente, e fui retornar até onde comecei para que pudéssemos ganhar uma vantagem, ao dar as informações que esse Cavaleiro conhece para todos que ainda permanecem.





A DESORDEM SE INICIA!

Mensagens : 5

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 1

Pontos : 7

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 1

Data de inscrição : 22/09/2017

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 1

Idade : 18

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 1

Ver perfil do usuário
avatar
Cavaleiro de Bronze

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por The Saint em Seg Out 02, 2017 10:46 am









EXP

Atualização





Sistema de experiência atualizado hoje!
Agora vocês podem ganhar até 500 de experiência por dia :>

Avaliando a postagem de Jade, Joruno e Akos

Houveram tempo suficiente para postagem e corrigir seus posts, os que não fizeram aguardem a próxima narração.


Jade

A pequena Jade saiu em busca de um adversário, mostrou iniciativa, uma atitude corajosa, porém arriscada não sabe o que pode acontecer agora, cumpriu todos os requisitos da narração.

+300 de experiência!

Akos

A exemplo da pequenina, Akos também fora em busca de seu inimigo, corajoso, porém perigoso e também cumpriu todos os requisitos da narração.

+300 de experiência.

Gero

Gero (tadinho), agora vai mostrar sua fúria, viu seus amigos, serem mortos covardemente e agora (a porra) situação ficou séria e quem chegar perto vai ver a morte próximo, também cumpriu os requisitos da narração.

+300 pontos de experiencia.

Joruno

O nosso gigante Joruno foi o primeiro a sair correndo e abandonar o bando, dando seguido da pequena e do perdido, agora ele está sozinho (e com frio), na floresta, será que está perdido? Joruno seu post foi excelent e cumpriu os requisitos da narração.

+300 de experiência.





Made by Lexiel@Sugar Avatar& Aglomerado
Mensagens : 106

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 1

Pontos : 328

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 1

Data de inscrição : 25/12/2014

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 1

Ver perfil do usuário http://nclrpg.forumeiros.com
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum