O traidor - Ato 1 - Parte II - Encontre, a Deusa em corpo de criança

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Mensagem por Joruno de Cisne em Dom Set 24, 2017 7:01 pm






A decisão


Buon Giorno


A jornada de um Cavaleiro quase sempre acaba em uma morte trágica. E infelizmente para Cães de Caça, que caiu defendendo o lado errado, justiça não foi feita. Com uma morte humilhante para quem jurou defender Atena a todo custo, sua alma deve estar em agonia até agora por esse erro. Olho para Jade, que ainda parecia estar mais afetada pelo que aconteceu e digo:
- Se não andarmos depressa, mais erros como este acontecerão. Mais vidas perdidas e desgraças acontecerão... - Abaixo à sua altura, ficando cara a cara. Com uma expressão séria, digo:
- É nosso dever manter a paz aqui. Embora seja difícil encarar a morte... é necessário que consigamos.
Depois da minha breve fala, levanto e começo a pensar sobre o que fazer com a informação que ele nos deu. E iria discutir isso com a Amazona, mas escuto passos vindo em nossa direção. Não sei quem era, mas fiquei atento. Desafogando a haste da caixa de pandora, me preparo para vestir a minha armadura a qualquer momento.
- Camaleão, tem alguém vindo para cá. Não estamos só. - Com um olhar de desconfiança para com aquele ser se aproximando, seguro a aba do meu boné e digo:
- Cazzo... -
Quando finalmente tornou-se visível aos olhos, percebi que carregava uma Caixa de Pandora assim como nós. Ele parecia ser mais um Bronze que estava vindo de Libra. Ele para e lamenta pela morte de seu superior, parecendo sentir uma sensação de impotência diante do que estava acontecendo.
- Gero... Sou Joruno. Cavaleiro de Cisne - Ele olha para nós e começa a falar sobre a situação atual. Nós mal temos vivos os Cavaleiros de Ouro, não sabemos quem é o traidor. E não bastasse isso, os pratas parecem estar lutando pelo lado errado. Sabíamos que pelo menos 3 estavam contra nós, e não tínhamos ideia de quem. Todos esses fatos afetam o Bronze de Andrômeda, que tentava, sem sucesso, esconder seu leve desespero.
Mas isso não significa que ele não iria manter o pé junto para esta missão.
A linha da minha boca expressa um leve sorriso quando o Andrômeda fala sobre as chances de vencermos.
-  Non m’importa, irei cumprir com a minha missão e para as estatísticas...
Seguro a aba do meu boné e giro um pouco rapidamente para enfatizar o que iria dizer:
- Foda-se.
Dito isso, percebo mais um Cavaleiro vindo. Ele, com seu tom leve, explica quem é e fala que um soldado raso lhe falou para vir conosco. Parecia obra do destino estamos todos juntos ali.
- Não lembro de ter dito isso para um soldado raso... - Paro, olho para ele. Depois disso, me viro para o Cães de Caça, apontando para o rastro de sangue que ele deixou. Embora não tão evidente, poderia ser seguido.
- Este Cavaleiro foi enganado por alguém, e o golpe que levou foi fatal. Atena está perdida e estávamos procurando pistas sobre isso quando o achamos. - Pauso novamente, mantendo o olhar sério e sereno.
- Você irá conosco? - Ainda apontando para o caminho, o indago sobre as intenções dele.
- De qualquer forma, estamos partindo. O seus amigos devem vir também, não? -
Os “amigos” dele eram, não só andrômeda, mas também o outro que chegava ali. Com sua pose orgulhosa e confiante, o Cavaleiro de Fênix começa a falar. Abaixo a cabeça, para olhar diretamente para ele, e falo:
- Lamentando a morte desse cavaleiro ou não, estou no caminho da morte indo vingar um Cavaleiro de Atena, guerreiro - Ele, aparentemente não ligando para o que eu disse, se vira, falando com o Andrômeda para que se juntasse a ele em uma jornada até a Itália. Curiosa a ação dele de zombar do nosso lamentar, e logo em seguida fugir de uma situação importante. De qualquer forma, precisava seguir a informação valiosa que Cães de Caça nos deu antes da morte e fazer valer a pena o seu esforço. Olho para a Camaleão, já começando a andar, e digo:
- Vamos? -




Tradução:
Non m'importa = Não me importa/Tô nem aí.
Cazzo = Porra

Made By: Lollipop @ SA


Mensagens : 22

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Pontos : 36

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Data de inscrição : 26/12/2014

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Ver perfil do usuário
avatar
Cavaleiro de Bronze

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por The Saint em Dom Set 24, 2017 7:27 pm









EXP

Atualização





Sistema de experiência atualizado hoje!
Agora vocês podem ganhar até 500 de experiência por dia :>

Avaliando a postagem de Gero, Akos, Tomoe, Jade e Joruno.

Gero mostrando toda a suavidade e Serenidade de seu personagem, um autentico Andromeda, sua postagem ta centrada na carecteristica e na situação.
+250 de experiência!

Akos chegou por ultimo completamente perdido, natural pela cronologia, mas sua postagem justificou esse motivo conectando sua história da ficha com o tempo presente e agora está igual, belo trabalho.

+200 de experiência.

Tomoe anda muito sucinto, Fenix mantém sua personalidade resistente, temperamento forte e uma leve afobação para mostrar sua força. Não economize nas palavras, explore melhor a situação a sua volta, isso pode lhe dar vantagem no futuro.

+100 pontos de experiencia.

Jade por outro lado trabalha bem na edição de sua postagem se aproveitando bem de cada brecha que lhe é dada na cena para expor as idéias e sentimentos da sua personagem além de demonstrar liderança da situação.

+300 de experiência.

Joruno vem sendo a lucidez desse dos posts até o momento, o nosso amigo enfeitado mostra muito bom senso nas postagens, observador, sabe onde pisar e o que diz, excelente postagem.

+300 de experiência.





Made by Lexiel@Sugar Avatar& Aglomerado
Mensagens : 106

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 1

Pontos : 328

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 1

Data de inscrição : 25/12/2014

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 1

Ver perfil do usuário http://nclrpg.forumeiros.com
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por The Saint em Seg Set 25, 2017 12:09 pm









Narração

Ultimas palavras



As coisas começaram a esquentar no Santuário de Atena, como se uma traição não fosse suficiente, agora os Cavaleiros de Atena tem uma constatação da qual temiam, não era algo comum, um cérebro maior liderava uma organização de amotinados contra a Deusa Atena e seu único Guardião em sua custódia corria risco de vida, definitivamente a situação era muito pior do que podiam esperar, até o momento se sabiam que era apenas um e logo esse número cresceu e se tornou quatro.
A chegada dos cavaleiros de Andromeda, Dragão e Fenix, deu uma certa segurança para nossos guerreiros que agora terão ajuda para confrontar quem quer que seja, ou talvez não tenha tanto, Tomoe parecia estar apressado por algum motivo enquanto Gero não sabia o que fazer, estava indeciso se ficava ou ajudava os companheiros, Akos surgiu um pouco confuso de inicio, porém com a explicação de Jade e Joruno agora estava a par da situação e podia tomar sua decisão de ficar ou ir embora também.
A única certeza que se tinha era que Joruno e Jade enfrentariam o que tinham que enfrentar, como sabiam as pistas informavam para o norte levava para a floresta e não existia tempo para demagogia, agora tudo se tornava um jogo de xadrez onde mais surpresas viriam pelo caminho, iriam os cavaleiros de Atena se dissiparem e não provar o poder do Santuário quando o inimigo se instala dentro da única proteção que a terra tem?
A verdade era que o guardião que estava protegendo a criança que Atena havia se transformado corria risco de vida, até onde se sabe ele estava sendo caçado por mais três cavaleiros de prata ou talvez mais, o céu já começava a ficar num tom alaranjado e as nuvens começavam a se afastar deixando o céu limpo acompanhando a leve brisa do fim de tarde, já estava quase anoitecendo, eram 17 horas.
Ao anoitecer a busca na floresta seria mais complicada e isso poderia transformá-los em presas fáceis diante o inimigo, mas a urgência era maior que suas vidas e tinham que tomar a decisão depressa, se vão esperar o amanhecer, se vão enfrentar os perigos da penumbra e se iriam em grupo, quem iria? Muitas questões a se resolver e a hora era agora, duas vidas corriam risco e provavelmente seus perseguidores não temiam a escuridão.




Made by Lexiel@Sugar Avatar& Aglomerado
Mensagens : 106

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 1

Pontos : 328

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 1

Data de inscrição : 25/12/2014

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 1

Ver perfil do usuário http://nclrpg.forumeiros.com
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Jade de Camaleão em Seg Set 25, 2017 1:33 pm

Jade de Camaleão

 
A
Floresta do Norte

Os cavaleiros agora pareciam ponderar sobre o que fazer,
ao prestar atenção às observações anteriores, vejo que realmente há um rastro de sangue ao qual ligava o cavaleiro à algum lugar,ao olhar ao longe era a floresta,ao norte de nossa localização.


- Algo me diz que devemos nos manter unidos e ir para lá, o entardecer já está findando e logo o sol dará lugar à lua, creio que encontraremos respostas no local onde o guerreiro de prata foi atacado.


Olho ao longe para a floresta, ela não me parecia convidativa, muito menos ao anoitecer, porém, a Deusa agora era o mais importante, pois com o Grande Mestre morto, alguém deveria guiar o santuário, antes que fosse tarde demais.


- Tenho pressa em encontrar a senhora do santuário, seguirei a pista mais fresca que temos. Peço por vossas companhias porém nada poderei fazer se quiserem dar as costas a tal pista.


Enfim me levanto e fico ao lado de Joruno.


- Parece que a maioria de nós está com as armaduras repousando na urna, creio que seja o momento de usa-las, tanto para reconhecimento quanto para proteção.


Coloco minha urna no chão e puxo sua corrente, retiro o lenço que havia sobre minha cabeça revelando toda a extensão de meu cabelo loiro, liberando assim a veste de Camaleão. Era linda, ornada nas cores azul e prata. Ai se erguer sobre a urna com o cosmo queimando chamo a mesma.

- Vem.

Ao trajá-la minhas vestes que ficam abaixo da armadura se tornam pretas contrastando belamente com os tons da armadura. Assim que  mesma se encaixa em mim me viro para Joruno.

- Sim, vamos. Deveria vestir a sua também.





Floresta do Norte  



Última edição por Jade de Camaleão em Ter Set 26, 2017 10:26 am, editado 1 vez(es)
Mensagens : 11

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Pontos : 17

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Data de inscrição : 30/12/2014

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Idade : 19

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Localização : São Paulo - Capital

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Ver perfil do usuário
avatar
Cavaleiro de Bronze

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Akos de Dragão em Seg Set 25, 2017 4:33 pm


Rising 愛 Dragon



Ok. É bastante coisa pra digerir, não vou esconder. Há muito trabalho, tanto para encontrar Atena e resolver a morte do Grande Mestre. Mas uma coisa considero de vital importância: Manter-nos unidos.

Vejo que temos muitos traços de personalidade diferentes, quase que até conflitantes. Isso fica evidente no Cavaleiro de Fênix, que pelo que pude ver é razoavelmente convicto de suas ideias e ideais, como demonstrou em sua postura diante de Joruno de Cisne. Já Gero de Andrômeda é alguém bem conciso, consciente da gravidade da situação e da necessidade de união, algo que admirei.

Porém, algo me incomoda profundamente. Muito mesmo.  Estamos em cinco aqui; não é nem um pouco provável que tenham convocado somente nós, muito menos que não tenham outros Cavaleiros como eu, sem a menor ciência do que se passou no Santuário e estão retornando. Também fiquei ciente de que temos outros Cavaleiros em certas casas, especificamente nas casas onde ainda residem seus guardiões.

Como será que devemos nos comportar? Temos várias coisas que devem ser postuladas sobre. Várias frentes a serem abordadas: Athena e seu desaparecimento/rapto, a investigação da morte do Grande Mestre, e também conseguir comunicar com os próximos Cavaleiros a chegar aqui para que se unam à nossa busca o mais cedo possível! Como faremos isso? Temos de frisar nossa união, nosso trabalho coeso e sistemático. Não se trata de algo fácil ou rápido; sim de algo que envolve muito cuidado e organização de todos!

Imediatamente depois de arranjar meus pensamentos, me dirigi à todos os Cavaleiros:

- Cavaleiros! Precisamos nos organizar! Temos muitas coisas a resolver, e temos de manter o nosso grupo unido em nossos esforços! Tomoe e Andrômeda, não podemos simplesmente nos separar sem que nós ao menos conversemos sobre a situação de modo adequado.

Após me expressar sobre a divisão dos cavaleiros, uns que pretendiam buscar em terras estrangeiras e mais distantes, e outros que procurariam na floresta; uns procuram saber sobre as circunstâncias da morte do Grande Mestre e quem o assassinou, outros procurariam saber sobre a localização de Athena e resgatá-la. Porém, não gostaria de deixar Santuário, a Vila do Rodório e Atenas desprovida de Cavaleiros de Bronze e sem uma recepção devida aos que estão por vir.

Tem uma última coisa que me passa pela cabeça: o Traidor. Quem poderia ser? Definitivamente não seria alguém alheio ao Santuário. Por que penso isso é muito simples. Como alguém poderia simplesmente roubar Athena, matar o Grande Mestre de modo tão fácil e efetivo? Não posso afirmar categoricamente quem foi, obviamente. Mas tenho de ter cuidado com outros Cavaleiros, especialmente aqueles calmos e compenetrados; não sendo salvos disso os Cavaleiros de Ouro. Pelo que me foi dito, somente Libra realmente se mobilizou! Então porque Câncer, Aquário e Peixes se mantiveram de modo tão quieto, tão complacente? Desconfio especialmente de Aquário, um guerreiro com uma imagem externa fria e rígida, e sua atitude congelante. Algum deles está com no mínimo um mindinho nisso, e esse pensamento vem das maiores profundezas minhas.

No fim, decido me juntar à Amazona e ao Cavaleiro de Cisne, mas ainda gostaria de poder manter contato com os outros Cavaleiros, a fim de manter-nos unidos e atuando de modo conciso e efetivo para recompor o Santuário e proteger a Paz e a Justiça!





A UNIÃO FAZ A FORÇA!

Mensagens : 5

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 1

Pontos : 7

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 1

Data de inscrição : 22/09/2017

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 1

Idade : 18

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 1

Ver perfil do usuário
avatar
Cavaleiro de Bronze

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Gero de Andrômeda em Seg Set 25, 2017 8:14 pm
Andrômeda
O Rastro na Floresta

  Já havíamos perdido muito tempo e a cada momento que a gente desperdiçava discutindo eram automaticamente convertidos na minha cabeça em passos mais distantes de nós que a Deusa dava. Me lembrei de tudo que eu tinha aprendido sobre Atena em meu treinamento, me lembrei carinhosamente da forma que Cefeu dizia de sua bondade gigantesca para a humanidade, eu cresci no pior que esse mundo tem a oferecer e me cativava muito os ideais de Atena em destruir as injustiças e eu sem dúvida me sentia grato de estar no grupo daqueles escolhidos des dos tempos antigos a defendê-la, porém, justo na minha vez de ser um cavaleiro as coisas não podiam estar piores.
-  Tomoe , acho que nossa prioridade é achar Atena , e não tem como negar que temos um rastro muito recente aqui , eu vou investigar isso antes de partirmos da Grécia, não conseguiria viver sabendo que algo aconteceu a Deusa e estávamos tão próximos.
Coloquei minha caixa de pandora, já um pouco empoeirada pelo tempo de conversa, em minhas costas, fazendo uma ressalva contra o uso das armaduras.
- Nosso caminho já tem dor demais, não vamos entrar em conflitos desnecessários, vou me guardar na esperança de não precisar usar essa armadura por enquanto, tenho um fundo de esperança que podemos resolver isso sem mais mortes desnecessárias...
Me coloquei a seguir os cavaleiros que entravam na floresta, não estava acostumado nem um pouco com aquele tipo de cenário, passei minha vida no deserto , a própria presença das arvores ali me incomodavam e a ideia de que em breve , a única luz que teríamos seria a da lua , fazia a situação ficar um pouco pior.
Não me incomodava a ideia de que os outros cavaleiros pudessem me ver como um fraco por me recusar a trajar minha armadura, eu apenas respeitava meus sentimentos, sentimentos esses que anos e anos de treinamento incessante não foram capazes de destruir, eu apenas colocava em foco a ideia de que juntos seriamos mais fortes
-Dragão tem razão , se separar agora é burrice ...
Mensagens : 10

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Pontos : 14

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Data de inscrição : 04/09/2017

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Ver perfil do usuário
avatar
Cavaleiro de Bronze

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum