[Trama principal: O traidor - Ato 1 - Parte 2]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Mensagem por Câncer em Sex Set 22, 2017 5:26 pm


Saint Câncer
 
Uma lição a se dar
S
im, meus pensamentos me causava um certo terror na minha mente, mas não era só isso, nunca foi só isso. Entrar em diálogo com Cavaleiros seria algo complicado, observando o comportamento do Cavaleiro de Fênix e de Andrômeda, poderia não dar muito certo. Compulsivo e aparentemente esquentado, percebi que não seria fácil de conversar com o cavaleiro de bronze. De algum modo as vozes em meus ouvidos cessaram por um tempo, logo após todo discurso que o jovem fez, todo teatro para aparecer e se impor a mim, ainda via meus companheiros ao meu lado, rostos e almas ao redor da minha casa, de fato interessante o machismo e sua vontade de ser forte a todo custo.
       
       Mas oque era ser forte, minha cabeça se encheu de perguntas sem respostas, oque era ser um Cavaleiro de Ouro, não poderia descontar naquele jovem aprendiz, mas não pude deixar que saísse impune depois do que falou.
       - Um Cavaleiro de Ouro... - pausei, apagando o cosmo e as chamas que emanava dele, apenas com um pouco da minha demostração.
       - Quem você pensa que é para falar comigo como bem entender? - deixei que o brilho dourado da minha armadura envolvesse não só a mim como a casa de Câncer, o meu cosmo envolvia assim os dois Cavaleiros de Bronze, demostrando a insignificância que aqueles dois tinha perante um cosmo mais forte.
       
       De relance olhei o Cavaleiro de Andrômeda, lembrei de suas palavras falando que não acabaria bem, ele estava certo.
       - Oque você julga como digno? - perguntei, mas antes de permitir que minha palavra terminasse, proferi poucas palavras, apenas um de meus golpes que por muitas vezes utilizei em batalha, algo que me especializei por muito tempo, poderia soar irônico com a pergunta do Cavaleiro por Atena.
       - Ondas do Inferno. - após finalizar, todo aquele cosmo brilhante se elevou causando um brilho ofuscante para os seus olhos.
       
       Assim que ambos perceberam já não estavam mais na Casa de Câncer e sim na entrada do mundo dos mortos um lugar onde crianças e pessoas de suas respectivas idades não se daria muito bem. Fiz questão de nós teleportar para um local mais completo, mais próximo das almas que agonizava em sofrimento eterno.
       - Agora, olhe bem Cavaleiro de Bronze, seja DIGNO e não recue seu olhar. Como você disse, sem sentimentalismo. - Sua pouca idade não seria capaz de suportar algo tão bem psicologicamente e após minhas palavras, uma alma que agonizava no solo segurou em seu pé agarrando-o e olhando em seus olhos. Percebi que o Cavaleiro de Andrômeda não era culpado de nada, mas não podia fazer nada por isso.
       
       - Agora olhe para aquele buraco imenso. Olhe bem aquela alma de criança pulando em direção ao sofrimento eterno. - meu rosto não mudou, continuei com a aparência depressiva, com a mancha da lágrima que havia chorado anteriormente, mas o meu olhar estava mais profundo não como de alguem com depressão, mas sim como os olhos de um assassino, veterano que havia visto mais mortes do que o jovem tinha de idade. Mas já estava demais, me preocupei com o Andrômeda que poderia ter mais problemas sem ter culpa nenhuma, desfiz meu golpe retornando com todos na casa de Câncer..
       - Agradeça ao Cavaleiro de Andrômeda, porque não tinha intenção em trazê-lo do Inferno comigo. - dito isso me dirigir ao jovem que havia chegado logo após, precisava me desculpar com ele pelo que o fiz passar.
        - Constelação de Andrômeda... Preciso de um favor seu. Antes de mais nada, me desculpe pelo que fiz passar, não era minha intenção. - pausei um pouco e virei as costas andando em direção ao local onde estava antes.
       - Recentemente, alguns incidentes vem acontecendo ao leste da Itália. Vão até lá, a presença de Atena ainda é um mistério. - finalizado me acolhi em minha escuridão novamente, meu corpo estava fervendo como há muito tempo não sentia, era como se aquele esforço tivesse me incentivado. De cabeça baixa sentado na cadeira, um leve sorriso se desenhava em meu rosto.






Última edição por Câncer em Dom Set 24, 2017 4:55 pm, editado 1 vez(es)
Mensagens : 35

Ficha
VIDA:
2000/2000  (2000/2000)
COSMO:
2000/2000  (2000/2000)
Nível: 5

Pontos : 50

Ficha
VIDA:
2000/2000  (2000/2000)
COSMO:
2000/2000  (2000/2000)
Nível: 5

Data de inscrição : 28/12/2014

Ficha
VIDA:
2000/2000  (2000/2000)
COSMO:
2000/2000  (2000/2000)
Nível: 5

Ver perfil do usuário
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Gero de Andrômeda em Sex Set 22, 2017 9:20 pm
Andrômeda
A Chegada ao Santuário
Minha mente foi assolada por uma visão infernal , eu sempre vivi olhando para frente , nunca imaginei o dia da minha morte , eu havia sido cativado pela visão de uma criança caindo no poço , uma alma, um espirito sem esperanças que se jogou em um abismo onde eu não tinha consciência alguma aonde levaria , não consigo me esquecer do pavor que eu tive naquele lugar , do frio do medo , porém ,minha mente estava em uma situação mais urgente naquele momento .

Segurei minha respiração o máximo que pude para tentar parar de tremer , aquela criança já estava morta , eu não poderia fazer nada para salva-la , porém, Tomoe estava na minha frente , eu não iria deixar ninguém que daria sua vida para defender a justiça assim como eu morrer com um movimento de um cavaleiro de Ouro , nos valíamos mais que aquilo , nossas ideias valiam mais que aquilo .

Porem , antes que nosso mundo virasse de ponta cabeça , o cavaleiro cessou seu ataque , me senti aliviado , porém , a segurança do mundo real me fez sentir o choque de tudo que eu havia passado momentos atrás e me desestabilizei , meu corpo começou a tremer , como se eu fosse uma criança fazendo uma apresentação a uma plateia lotada .

Contudo a voz do Canceriano cortou o meu terror , ele me confiou uma tarefa e precisávamos cumprir o mais rápido possível , minha saúde mental não era a prioridade quando se tratava da segurança de Atena .

- Fênix , espero que esteja bem amigo , mas não temos tempo a perder ! Vamos correr até a Vila Rodorio e pegar o caminho mais rápido para nossa missão ...

Corri até a porta da casa de câncer onde parei , olhei para traz e encarei Tomoe por alguns instantes e disse :

- Você vem ? ...


Mensagens : 10

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Pontos : 14

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Data de inscrição : 04/09/2017

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Ver perfil do usuário
avatar
Cavaleiro de Bronze

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Tomoe de Fênix em Sab Set 23, 2017 12:49 pm

Tomoe Strife
Eu queria combater o meu destino... E, por isso, me tornei quem eu sou. Para conseguir o que quero, sou capaz de me tornar um anjo ou demônio. Salvarei o pecador e matarei um deus!

 
 
 


  Ao dizer minhas palavras, o cavaleiro de ouro retrucava. o mesmo parecia incomodado com as mesmas e avança sob mim. Em um piscar de olhos, eu já não estava mas na casa de Câncer, estava em um lugar sombrio, almas de pessoas podiam ser vistas aos montes caindo no precipício.

" Ondas do Inferno ?! Mas oque é isso... onde estou ?!"

  Em seguida, o cavaleiro de ouro mandava eu não recuar meu olhar. Eu me mantinha de rosto baixo, sem expressar nenhuma reação. Enquanto isso, uma das almas que rastejava por perto, agarrava meu pé direito e agonizava a minha frente, algo que não tirava expressão alguma de mim. Logo depois, uma garotinha caminhava em direção ao precipício e se jogava no mesmo sem demonstrar nenhum desespero...

- Cavaleiro de Câncer... Acha mesmo que pode me atormentar com isso ?! Eu conheço o verdadeiro inferno e já dancei valsa com a morte... - Dizia tais palavras, enquanto esmagava o crânio do ser que estava agarrado a minha perna, pisando no mesmo.


  Instantes depois, eu voltava a casa de Câncer. Parecia até que o cavaleiro de ouro havia desfeito sua técnica e me levado de volta ao local. A principio, eu não sentia nada, e ouvia o mesmo pedindo que agradecesse ao outro cavaleiro de bronze que ali estava.

"Humpf... não posso negar que não enxerguei a sua técnica.. realmente o poder de cavaleiro de ouro é muito maior do que o de um cavaleiro de bronze.. mas garanto que essa demonstração, não chega nem perto do poder do antigo cavaleiro de Gêmeos... "

 Em seguida, o cavaleiro de andrômeda me chamava para prosseguir com a missão, tendo um destino novo, o vilarejo de Rodório e depois a Itália. Eu olhava novamente nos olhos do cavaleiro de ouro, tentando passar indiretamente que aquela luta não havia acabado ainda, mas que seria resolvida em breve.

- Sim, andrômeda... vamos!

Ao tentar correr em direção a saída da casa zodiacal, eu sentia meu corpo pesar me fazendo cair de joelhos ao chão enquanto algumas gotas de sangue escorriam pela minha boca..

- Cof Cof..  Argh! .. Vamos não podemos perder tempo!

 Eu me levantava e continuava o percurso, passando pelo cavaleiro de bronze e seguindo o caminho para o vilarejo.

"Maldito... isso deve ter sido algum efeito da técnica daquele desgraçado... Tsc.."





copyright 2014 - All Rights Reserved for Larissa
Mensagens : 11

Ficha
VIDA:
450/500  (450/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Pontos : 25

Ficha
VIDA:
450/500  (450/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Data de inscrição : 29/12/2014

Ficha
VIDA:
450/500  (450/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Idade : 23

Ficha
VIDA:
450/500  (450/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Localização : Santuário

Ficha
VIDA:
450/500  (450/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 2

Ver perfil do usuário
avatar
Cavaleiro de Bronze

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por The Saint em Sab Set 23, 2017 12:59 pm









EXP

Atualização



É hora da...
Avaliação!
Sempre prepotente e nunca baixando a cabeça, a personalidade de Tomoe é algo difícil de se lidar. Será curioso ver o prosseguir do personagem.
Ponto pela coragem de falar assim com um Cavaleiro de Ouro, risos. Mas isso não saiu barato.
+400 pelos dois posts!
-50 de HP, pelo golpe de Câncer.
Um pouco aflito pelas ações do Fênix, Andrômeda, que não tinha nada a ver com o que estava acontecendo ali, sentiu um poder imenso e foi afetado por isso. Mesmo assim, se manteve orgulhoso enquanto encarava tamanho poder.
+400 pelos dois posts!




Made by Lexiel@Sugar Avatar& Aglomerado
Mensagens : 106

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 1

Pontos : 328

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 1

Data de inscrição : 25/12/2014

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 1

Ver perfil do usuário http://nclrpg.forumeiros.com
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum