Gero de Andromeda

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mensagem por Gero de Andrômeda em Ter Set 05, 2017 1:06 pm
Andrômeda
O Garoto dos Olhos de Topazio

Nome:   Gerald Erick Grimm
Idade:   14
Sexo:    Masculino
Local de Nascimento: Etiópia
Veste: Andrômeda

Aspecto Físico: Gero é um garoto alto com um corpo forte , fruto de anos de treinamento na Ilha de Andrômeda , sua pele é parda e seus olhos tem um tom rosado cintilante , como o de uma pedra preciosa  , seus cabelos são completamente negros. Geralmente  é visto usando roupas escuras e agressivas, manchadas pelo cheiro maçante dos cigarros e uma bandana preta em seu pescoço   que guarda dês de jovem.

Psicológico: Gero é completamente abalado pelo que viveu na ilha de Andrômeda , tendo diversos surtos de ódio e ira em combate , ele é tão apegado a seus amigos ,quanto desapegado de sua própria vida , não tendo medo da morte é até a buscando vezes ou outras , em seu estado natural é um rapaz animado e louco para se sentir vivo .   Durante o Combate , o Cavaleiro adota uma postura de raiva que o faz querer eliminar de uma vez qualquer ameaça para seus aliados .
           

História:   As más línguas contam que meu pai era um missionário alemão que transou com uma prostituta etíope e voltou pra Europa buscar perdão divino se isso é verdade ou não , eu realmente não dou a mínima , eu cresci feito um moleque pobre que perdeu a sua família , bem diferente do padrão daqui né ...  Eu me virei dês de cedo , roubando comida ou qualquer coisa que chamasse a minha atenção , não é de se esperar que eu não ia ficar muito tempo longe dessas gangues de órfãos  , eles me ensinaram a sobreviver , a fumar e principalmente a não confiar em ninguém , foi bom enquanto durou , até o momento que fomos pegos...

É bem comum por aqui perder as duas mãos quando for pego roubando , a maioria dos meus companheiros passou por isso , porem , eu e os outros que tinham ficado por ultimo na fila do " castigo " acabamos sendo poupados , bem , o que aconteceu com a gente me fez odiar ter as minhas mãos pro resto da minha vida.  è o que você já deve estar imaginando ... cerca de  13 meninos etíopes e órfãos jogados no deserto da ilha de Andrômeda. Fomos enviados para treinar com Mestre Cefeu , porem fomos recusados logo de cara , "Vocês são muitos , a ilha precisa selecionar os melhores " disse ele contra o sol refletindo na prata de sua armadura  , nunca vou me esquecer dessa cena , saímos os 13 seguindo o deserto e posso te jurar que nem a metade disso voltou . Perdi companheiros de todas as formas possíveis , Fome , desidratação e vez por outra um suicídio direto para o mar .

Meses depois , nós , os sobreviventes retornamos para iniciar nosso treinamento com Cefeu ,  o incessante treino naquele inferno : noites invernais , dias escaldantes , sentia minha mente canibalizar meus sentimentos mas mesmo assim , não demos pra traz , passamos anos socando rochas , brandindo nossas correntes e explorando nossos cosmos , nossos golpes se enrijeciam junto com nossos corpos , nosso sangue esfriava junto com nossos pensamentos , quando de repente , em anos que se passaram como piscar de olhos , estávamos frente a frente do Sacrifício de Andrômeda .

Depois de derrotar todos aqueles que haviam que passaram anos sendo meus rivais  , fui oferecido ao mar acorrentado entre dois pilares . Estava imobilizado , não podia usar nada além do meu cosmo ... fui consumido pelo mar eu olhava os raios de sol cruzando a agua acima da minha cabeça , os peixes  já circulavam ao meu redor quando senti o ar se esvair do meu peito , vi as ultimas bolhas de ar saindo de  minha boca quando repensei minha vida inteira .

Eu sobrevivi ao abandono , Eu sobrevivi a miséria , Eu sobrevivi a fome ,Eu sobrevivi ao  deserto  , e Eu não iria morrer devorado pelo mar , foi quando entendi , as correntes não estavam me amarrando , eu estava me amarrando , eu estava me prendendo ao medo , a minha fraqueza e ao meu passado , tudo que a corrente fazia era me obedecer .

Então ergui meus braços e brandi minhas correntes me libertando de tudo que me impedia de ser um cavaleiro , meu cosmo queimava tão inquieto quanto o mar e foi naquele instante que comecei a viver ...

copyright 2017 - All Rights Reserved for Lares


Última edição por Gero em Ter Set 05, 2017 9:50 pm, editado 3 vez(es)
Mensagens : 6

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 1

Pontos : 8

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 1

Data de inscrição : 04/09/2017

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 1

Ver perfil do usuário
avatar
Cavaleiro de Bronze

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por The Saint em Qua Set 06, 2017 11:07 pm









Gero

Amoroso, mas... Louco?




Certamente não é um Cavaleiro de Ândromeda Ortodóxo. Mas isso, que deveria ser algo ruim, na verdade é o maior feito do teu personagem. Ele não é errado por ser diferente, mas sim, muito interessante.
Mal posso esperar para ver as ações dele no fórum.
Tua ficha está...
Aprovada!
Bem vindo, Gero de Ândromeda





Made by Lexiel@Sugar Avatar& Aglomerado
Mensagens : 69

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 1

Pontos : 289

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 1

Data de inscrição : 25/12/2014

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 1

Ver perfil do usuário http://nclrpg.forumeiros.com
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum