Ficha - Meliodas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mensagem por Aquário em Qui Nov 26, 2015 12:29 pm
Nome: Meliodas
Idade: 23 Anos
Local de nascimento: Inglaterra
Veste desejada: Aquário
Aparência: Charlie Cox
Aspecto Psicológico:
"A vida é um ciclo". Esta frase, conhecida pelos homens desde a antiguidade, pode definir a justificação das diversas personalidades presentes na terra. Contudo, se a vida é inevitavelmente um ciclo, o que define a singularidade de cada pessoa? Experimentos, sensações, reflexão... Cada parte da massa cinzenta do ser humano parece se preocupar com estas características, isto define a personalidade.
Nasht é um homem de extrema reflexão interna, isso deriva do seu apreço pela contemplação. Em definição. contemplar é o exercício de pensar sobre algo, seja esse concreto ou não, a fim de achar as respostas para as indagações que o objeto de inspiração  trás.Não obstante, Nasht tem por hábito a meditação, esta que se contrapõe à prática anteriormente citada. A meditação tem como objetivo aprimorar uma qualidade da mente do próprio indivíduo. Estas características podem erroneamente divulgar um aspecto sério, porém a personalidade de Nasht reflete uma grande alegria constante. Obviamente viver é um sofrimento, mas isso se deve à preservação desta desgraça.Portanto, a esperança deve ser a maior crença da humanidade. A crença de que tudo pode ser destruído, isto é, ser transformado. O equilíbrio entre a criação, preservação e destruição define o ciclo da vida. As crenças aqui exibidas estiveram presentes em Nasht desde o início de seu caminho como guerreiro. Nasht trata seus companheiros com pura benignidade, transparecendo um fiel companheiro, juramentado pela verdade. Sempre calmo, ele dificilmente entra em desequilíbrio emocional. Mas quando o faz, torna-se explosivo e inconsequente, não racionalizando sobre seus atos e esquecendo de sua posição em batalha.



História:
Tudo começa quando o pai de Meliodas, Christopher, conhece sua mãe, Elizabeth.Era um bar, de todas as qualidades que tinha, luxo não era uma delas, Christopher estava lá apenas porque estava chovendo, aquela espelunca não poderia recomeber a ilustre visita daquele renado cientista, que em tantos anos desenvolveu vário teorias relacionadas ao tempo, porém ele não era exibicionista como os outros e permaneceu calado quanto as suas descobertas,ele era arrogante, vivia de noitadas com o dinheiro que recebia por trabalhar em uma pesquisa, mas de fato não contribuía com nada, ele estava sempre à procura de uma mulher perfeita, a mulher que cuidaria dele e que serviria ele para o resto de sua vida, sem nenhum sucesso ele andava por todos os bailes e festas luxuosas, estar ali era mais do que um desrespeito para a sua imagem.
Ele estava com sede, então pediu uma cerveja, aquilo era amargo, não tinha nenhum cuidado especial, porém é o que tinha, ele olhou para a atendente e achou ela muito atraente, talvez, ela poderia dar alguns serviços a mais para ele.Sem muita preocupação ele pergunta de onde ela é, ela responde que mora ali, e que não tem muitas oportunidades, seu pai é um bêbedo e sua mãe tinha uma existência ridícula, depois de muita conversa, Christopher decide que irá visitar o bar todos os dias, depois de algumas semanas ele pede para Elizabeth morar com ele em sua casa e ser sua companheira, sem hesitar ele aceita, de certo ela não o amava, porém ela não aguentava mais viver naquela espelunca, era repugnante para uma mulher tão bela ficar ali, definhando. Christopher desejava uma mulher virgem, mas ela já não era mais, e perdeu a muito tempo, seu pai a molestava sexualmente e ele permitia que ela fosse violada por dinheiro.Christopher sentiu um nojo inimaginável quando ela disse isso, ele ia mandar ela sair de sua casa, porém eles já tinham feito o coito, e ela estava grávida.
Quando a criança nasceu, ele planejou a morte dela, porém estava tomado pelo amor de pai, e a criança naquele momento era a única felicidade em sua vida, então Christopher mata aquela mulher, sim, Elizabeth, que já não era mais pura nem em alma, estava ensanguentada e com seu ventre cortado, em meio do tapete da sala de estar, enquanto Christopher tomava o chá das cinco e seu filho dormindo lá em cima, alimentação não era problema já que Christopher poderia pagar por leite materno, além do mais, foi inocentado, não teve provas suficientes de seu crime. Meliodas cresce sem mãe, e sem saber o que tinha ocorrido em seu passado escuro, até agora fora feliz, porém, isto está prestes a mudar.
Meliodas estava chegando em sua adolescência quando Christopher, o mandou estudar em casa, até agora ele vivia na escola, que era como uma prisão. Quando ele vai estudar em sua casa, o estudo é somente de uma disciplina: Física, Christopher queria que seu filho seguisse com seus estudos e, consequentemente, dominasse os humanos. Em uma tarde nublada e fria, Christopher chamou seu filho, seria uma aula especial onde Christopher mostraria a sua obra prima, a sua maior teoria, a chamada “Teoria Tempo-Energia”, era uma teoria muito complexa, mas que tinha uma equação base simples. Christopher descobriu que o tempo e a luz viajam muito rápido, mas em uma velocidade constante e parecida.Sendo que existem 4 dimensões, as já conhecidas, altura, largura e profundidade, e mais uma, o tempo, este está em constante movimento e não para ou fica mais lento, apenas há uma coisa que modifica a velocidade do tempo: a Cosmo Energia, esta energia flui em todos os átomos de todas a matéria que existe no universo, e cada ser vivo possui um cosmo próprio, e que este pode aumentar treinando exaustivamente.
Quando Meliodas vê essa equação não entende absolutamente nada, mas Christopher faz de tudo para explicar, ele diz:
“Como eu já disse, o tempo (vT) corre na velocidade da luz, ou seja, 300.000.000 Km/s, a letra C corresponde à Velocidade da luz, e K corresponde à quantidade de Cosmo-energia usada.Em um exemplo simples, se eu fizer um Golpe-temporal que gaste 200 de cosmo-energia, o resultado seria incrível.
Ou seja, o tempo andará duas vezes mais lento, porém, é impossível para um humano qualquer usar o seu cosmo para atrasar o tempo, mas eu acredito que um dia, você poderá fazer coisas incríveis, você será um Deus.”
Meliodas percebeu sinais de loucura em seu Pai, porém não ligou muito, esta teoria era interessante, mudar o curso do tempo, uma ideia incrível.
Era mais um dia comum, Meliodas estava em sua cama à noite, quando foi ver o seu pai, procurou por todos os lados, sala, cozinha, porém não o achava, esqueceu de procurar no lugar mais óbvio, o quarto de seu pai.Ele bateu na porta do quarto de seu pai, porém não ouviu resposta nenhuma, foi quando pegou as chaves de emergência e abriu a porta do quarto, lá estava seu pai, deitado em sua cama como sempre, e como de costume Meliodas deitou ao seu lado, pegou o braço de seu pai de forma como se fosse um travesseiro e dormiu, ao amanhecer, seu pai estranhamente ainda estava dormindo, ele era o sempre primeiro a levantar da cama, Meliodas passou o dia inteiro normalmente, até que no final da tarde chamou seu vizinho para chamar seu pai, ele era médico.Ele disse que Christopher estava morto, foi um choque para Meliodas, como poderia o seu herói estar morto?
Depois de alguns dias vieram os laudos da morte de Christopher, envenenamento, a justiça concluiu que foi suicídio. As coisas começaram a ficar ainda mais confusas, seu pai não cometeria tal pecado, ele então vasculhou todo o quarto dele, quando encontrou um papel, dentro de uma garrafa submergida em um aquário, com aparência antiga o papel dizia:
“À minha sub-consciencia, confesso:
Estou farto de meus pecados, de minha vida miserável, matei minha mulher por puro ódio, e agora só tenho um fardo, uma prole infeliz nascida deste repugnante casamento, minhas pesquisas, minhas valiosas pesquisas, não servirão de nada, para ninguém?
É, estou acabado, mas minhas pesquisas e descobertas tem que sobreviverem, acho que irei ensinar esta criança as minhas filosofias de vida, e de tudo que existe, ela será o meu legado, será a casa do meu poder, Meliodas.”
Horrorizado, definição do rosto de Meliodas naquele momento, ele não imaginava como verdadeiramente era o seu “querido” pai, todo o amor, todas as histórias, tudo mentira.O ódio corria pelas suas veias pulsantes, a vida dele era uma mentira. Meliodas então decidiu partir daquela cidade, e procurar por novos conhecimentos e aprimorar as teorias de seu pai, ele ganharia toda a fama por um trabalho que não fora feito por ele.
Meliodas estava em uma cidade qualquer quando vê pessoas conversando, bem baixinho no final de uma vila, ele se interessou naquilo e foi verificar sobre o que era aquela conversa.
-Do que falam?
Eles se assustaram, mas disseram que eles tinham medo, que estavam ali cochichando por causa que haviam espectros de Hades presentes naquele lugar, e que eles ditam as regras, servidores do imperador Hades.Grande fora o interesse de Meliodas sobre aquele assunto, mitologia grega, foi eliminada há tempos pela razão e pela filosofia, ele decidiu procurar por esses tais espectros.Andando por uma rua viu, dois homens vestido com o que pareciam ser armaduras, eram totalmente negras, Meliodas se aproximou e perguntou o que eles faziam ali, os espectros, como o esperado, riram e debocharam de Meliodas, como se ele fosse alguém importante. Meliodas se enfureceu por causa das atitudes dos espectros e então começou a lutar com um deles, para a sua sorte, eram guerreiros esqueletos, com o tempo começaram a vir mais e mais guerreiros esqueletos, Meliodas estava perdido, porém, ele sentiiu uma forte energia emanando de seu coração, e com força, bateu no peito de um espectro, e então foi disparada uma grande energia do punho dele, que derrotou vários espectros, a luta estava ficando tediosa, e Meliodas não cansava-se, até que surgiu um Espectro, ele era diferente dos outros, tinha uma energia grande e envolvente, Meliodas começou a lutar com ele, porém, inútilmente, Meliodas foi derrotado, mas o espectro achou a sua força e determinação interessante, e o levou para um lugar desconhecido e sombrio.
Meliodas acordou, desorientado, e ainda um pouco enfurecido, viu uma mulher alta, com um vestido longo e negro, com olhos e cabelos negros, era uma mulher realmente linda, porém com uma aura negra, ela chega perto de Meliodas e fala:
“Homem de grande coragem e determinação, você pode ser útil para o nosso propósito, vejo que guarda ódio e rancor em seu coração, gostaria de deixar isso de lado?”
Uma história estranha, sem muitos detalhes, mas que atraía Meliodas, depois de ouvir muito do que ela tinha para dizer, aceitou a proposta dela, se tornar um espectro, ela não via, mas Meliodas tinha uma gigante ânsia de poder, e que seu principal objetivo era tornar-se um Deus.Depois de árduos treinamentos, Meliodas conquista a Súrplice de Aquário, ele recebeu uma grande “benção” de Hades, um poder que o permite concretizar as suas teorias.Consegui a Súrplice de Aquário fora um feito estranho, já que esta armadura deveria ser dada apenas para aqueles que foram cavaleiros de Atena, porém, Meliodas era digno de tal armadura, um ser científico com uma ampla gama de possibílidades, era a pessoa perfeita para aquela armadura.
Mensagens : 38

Ficha
VIDA:
2000/2000  (2000/2000)
COSMO:
2000/2000  (2000/2000)
Nível: 5

Pontos : 54

Ficha
VIDA:
2000/2000  (2000/2000)
COSMO:
2000/2000  (2000/2000)
Nível: 5

Data de inscrição : 28/12/2014

Ficha
VIDA:
2000/2000  (2000/2000)
COSMO:
2000/2000  (2000/2000)
Nível: 5

Ver perfil do usuário
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por The Saint em Qui Nov 26, 2015 12:46 pm
Aprovado
Mensagens : 69

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 1

Pontos : 289

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 1

Data de inscrição : 25/12/2014

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 1

Ver perfil do usuário http://nclrpg.forumeiros.com
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum