[MISSÃO] O pioneiro.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mensagem por Aquário em Qua Maio 06, 2015 10:39 am






Dongho!


Percebo que meu reino recebera um novo integrante. Isso deixa-me um pouco animado, o que será que poderemos fazer agora? Meu reino finalmente está crescendo e com ajuda desse jovem irei completar meus planos. Aparenta-me que tanto Atena quanto Apolo já estão com seus guerreiros em constante movimentação. Sobretudo numa área da Grécia, de longe observo todas as ações daqueles indivíduos. Admito que eles parecem-me bons guerreiros. Mas no final são inimigos, e os seus respectivos destinos já estavam selados no momento em que pisaram nos seus Reinos:
Morte!
O começo do fim, seria interessante acabar com eles antes que pudessem crescer. Mas deste modo não haveria graça alguma nesta minha reencarnação. Deixando os meus pensamentos de lado, levanto-me do trono. Tanto tempo que não faço isso... meus músculos lutam até para caminhar. Sim, Deuses sofrem de cansaço. Afinal, apesar de tudo são mortais. Levanto o meu tridente e bato ao chão com a base dele. O estrondo seguinte reverbera por toda extensão da sala. Seguido do barulho um portal abre-se em minha frente. De longe e do alto observo o garoto que acaba de chegar em meu Reino. Tão frágil... Como tudo humano. Preciso arranjar meios de fortalecê-lo, então dou um passo e atravesso o portal. De cima, a luz de minha divindade ilumina toda a área daquele lugar. Com meus braços erguidos até a altura dos ombros e minhas pernas juntas, desço lentamente pela agradável atmosfera que eu criei.
Quando a ponta de meu pé toca o chão, parte de meu cosmo dispersou-se pelo solo. Isso faz um som agudo, porém agradável, emanar até os ouvidos de Dongho. Ando até o guerreiro fico próximo o suficiente para ele ouvir meu baixo tom:
Dongho, meu primeiro guerreiro. Seja bem-vindo a estas terras.
Viro-me para à vista, ficando de costas para o jovem. Prendo o meu tridente no chão e sento-me.
Tenho algo para você. - Falo de forma calma, não quero assusta meu primeiro guerreiro.
Uma tarefa simples, terás que derrotar este guerreiro. Não o tema, ele não irá te matar.
Com isso, a água presente na atmosfera gasosa condensa-se e forma um corpo humanóide. Não tinha rosto, o corpo era de um homem franzino. Embora a forma deste momento fosse a de um humano, ele pode mudar da forma que eu desejar, além de poder concentrar mais água pela condensação.
Ele tem um fator de cura inestimável, então sugiro que você procure uma boa estratégia, guerreiro.
Abro um portal abaixo de mim e volto para meu salão. Observando de longe com meus olhos.



Informações técnicas:

- Os golpes do guerreiro aquático podem ferir gravemente, tome cuidado.
- Ele não possui cosmo próprio, logo não usará técnicas. Já o HP dele é incalculável, o fator de cura dele é teoricamente interminável.
- Seu objetivo é derrotá-lo
- Você narrará as suas ações e eu julgarei se foi efetivo ou não. Caso você consiga efetivar a ação darei 2 níveis. Caso contrário apenas um.
- No fim da missão darei-te um nível, mesmo que perca a batalha.

No mais, boa batalha!







Mensagens : 42

Ficha
VIDA:
2000/2000  (2000/2000)
COSMO:
2000/2000  (2000/2000)
Nível: 5

Pontos : 58

Ficha
VIDA:
2000/2000  (2000/2000)
COSMO:
2000/2000  (2000/2000)
Nível: 5

Data de inscrição : 28/12/2014

Ficha
VIDA:
2000/2000  (2000/2000)
COSMO:
2000/2000  (2000/2000)
Nível: 5

Ver perfil do usuário
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Achilles Reyne de Unicorn em Sex Maio 08, 2015 4:32 pm


"O teu sangue é o Néctar dos meus lábios!"


A Minha Chegada em Atlântida
 
  Eu era apenas uma criança, perdida, há tempos eu não via a claridade de qualquer luz. Acordei perdido em um lugar desconhecido mas que parecia estar dentro do oceano. Nada que eu estava vendo era surpreendente para mim, apenas era estranho, não tive a oportunidade de crescer sabendo os limites da vida ou o que poderia ser verdadeiro. Observei tudo atentamente com os meus olhos claros, na verdade com apenas um olho, pois, o outro estava cego. Minhas vestes estavam esfarrapadas, não era sequer possível distinguir o que eu vestia, só sabia-se que a minha pele era extremamente clara e fria e os meus cabelos eram verdes e estavam sujos e gordurentos. 
  Senti uma energia muito poderosa vinda de algum lugar mas que estava se aproximando a cada segundo. Então, um ser extremamente belo se aproximava de mim, ele aparentava ser algo muito superior e de poder imensurável, me senti com medo mas ao mesmo tempo agraciado. Ele me recebeu com bons modos, não me senti com vontade de fugir, apenas quis ficar lá e o observar. Suas palavras eram tentadoras mas eu não conseguia entender  uma simples coisa do que dizia, eu sequer sabia o que estava fazendo ali, nem o que eu mesmo era... mas tentei prestar atenção à tudo que ele falava. Depois de poucos minutos de "apresentação" e observação, consegui entender que eu teria que lutar contra algo e que seria o meu teste. De repente, um ser começava a surgir próximo a mim, inicialmente eu apenas vi moléculas de água se unindo até que formou um corpo.
  Fiquei sem ter reação, me afastei um pouco dando alguns passos para trás. Eu não tinha noção do que fazer mas algo dentro de mim estava agitado e mostrava que sabia o que fazer, mostrava que queria me controlar e me ajudar a ultrapassar aquele obstáculo. Fiquei observando atentamente o humanoide se preparar para vir na minha direção, aquele "algo" dentro de mim fez com que uma energia desconhecida por mim se expandisse, ao meu redor o ar estava mais gélido, meu corpo tremia mas não era de frio, era de excitação.
 
 

Joah Dongho: Ice Spirit 

 
Mensagens : 15

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 3

Pontos : 31

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 3

Data de inscrição : 05/01/2015

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 3

Idade : 15

Ficha
VIDA:
500/500  (500/500)
COSMO:
500/500  (500/500)
Nível: 3

Ver perfil do usuário
avatar
Cavaleiro de Bronze

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Aquário em Dom Maio 10, 2015 12:11 pm






Dongho!


O jovem pareceu-me um pouco assustado com a minha presença, nada surpreendente. Mesmo tentando parecer o mais serene dos seres, minha presença o acuou. Tão jovem e ingênuo, aquele garoto que estava um pouco sujo pelos acontecimentos do passado. Atena tem a fama por ser caridosa com seus guerreiros, mas esta é uma característica de todos os Deuses, mesmo que eles não admitam. Ver um humano lutando pela sua delicada vida dá-nos um sentimento que não posso explicar.
O guerreiro de água dispersa calor ao ambiente, diminuindo a temperatura externa de suas mãos. A temperatura faz com o que a água da parte externa da mão congele, criando um meio sólido para o ataque. De longe, Dongho percebeu que havia um objeto que emana uma estranha luz, o guerreiro de água sempre tentava ficar entre o garoto o objeto. De alguma forma, o guerreiro parecia querer defender o objeto, será que Dongho percebera isso?
De qualquer forma, observo quando o guerreiro corre em direção à Dongho para aplicar-lhe um soco. A mão direita estava um pouco à frente de seu corpo, enquanto a outra mão (que estava fechada) permanecia próximo ao tórax, uma posição básica de batalha. Um golpe simples, mas poderoso contra um garoto. O guerreiro agora é movido por uma simples sensação de instinto que eu desenvolvi nele, de certo percebia que seu corpo líquido não poderia ser atingido tão facilmente.







Mensagens : 42

Ficha
VIDA:
2000/2000  (2000/2000)
COSMO:
2000/2000  (2000/2000)
Nível: 5

Pontos : 58

Ficha
VIDA:
2000/2000  (2000/2000)
COSMO:
2000/2000  (2000/2000)
Nível: 5

Data de inscrição : 28/12/2014

Ficha
VIDA:
2000/2000  (2000/2000)
COSMO:
2000/2000  (2000/2000)
Nível: 5

Ver perfil do usuário
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum