Treinamento de Kalisk

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Mensagem por Kalisk de Agrotera em Sab Maio 09, 2015 12:34 am


O ambiente entre Cavaleiros de Aço e Defensores de Ártemis estava tenso, sob a negativa de Grindelf, a líder do grupo 2 de satélites ordenou por telepatia o ataque contra os adversários, e o combate se deu início entre os dois grupos pela posse do território. As satélites com suas vestimentas com aspectos reptiliano empunhavam com mestria seus arcos e lançavam suas flechas com extrema precisão, enquanto os cavaleiros em suas armaduras de aço também possuíam flechas armazenadas, mas eram disparadas na forma de uma rajada de energia comprimida. Ambos os grupos possuíam pontos fortes e fracos, as satélites eram ágeis e melhor treinadas que todo o grupo de cavaleiros ali presente, enquanto os defensores de Atena possuíam uma proteção com boa resistência e maior poder de fogo, enquanto um possuía menor proteção corporal o outro possuía menos chances de acerto por ter sua mobilidade limitada pela armadura. Kalisk durante a conversa entre os lideres, já se antecipou na analise da situação do momento, e como sua primeira ação ao iniciar o combate, foi correr o mais rápido possível, atravessando, ou literalmente, trombando entre as pernas dos adversários, fazendo-os se desequilibrarem dando chance das satélites se aproximarem. Mas seria apenas uma oportunidade criada, não sendo o suficiente uma vez que Kalisk não pode cruzar entre as pernas de todos eles, o líder havia percebido, como também os últimos dois cavaleiros da linha defensiva deles. Tentaram atirar no coiote, mas seus disparos passavam longe, Kalisk movia mais rápido do que eles conseguiam mirar e disparar, pegando impulso, o quadrúpede realizava saltos ágeis atingindo de frente ou pelas costas seus adversários que não conseguiam se desviar a tempo, fazendo-os irem direto ao chão.

As satélites em pouco tempo estavam a apontar suas flechas diretamente na cabeça sem capacetes de cinco dos quinze cavaleiros, logo que o chefe dos cavaleiros de aço – Grindelf – percebeu a situação constrangedora, recebeu uma boa mordida na canela ao qual Kalisk prendeu firme seus caninos e a puxou para trás sem perder tempo, também fazendo o chefe deles ir direto ao chão, e ficou sob o peito dele o ameaçando nitidamente de lhe enviar suas garras em sua cara enquanto rosnava mostrando os caninos pontudos a escorrer o sangue do próprio cavaleiro sob seu nariz. O momento estava um tanto embaraçoso aos defensores de Atena, cinco com uma flecha apontada para a cabeça e um sob pronta ameaça de garras, se reagisse, certamente a situação se complicaria e ele não queria ninguém de seu grupo morto naquele local, e pensando melhor, Grindelf sabia que aquela base era uma expansão de serviços, não havia necessidade de expor vidas em casos sérios como este.  Sem qualquer vontade e com uma péssima expressão e receio de levar umas cortadas no rostinho bonito, o chefe do grupo dos cavaleiros ordenou a retirada total de todos do acampamento base, uma ordem que os cavaleiros livres que mantinham suas armas apontadas as satélites e ao coiote prontamente atenderam e comunicaram aos demais trabalhadores presentes no interior da base de comunicações. Tanto Kalisk como as satélites, só permitiram seus alvos levantassem quanto de fato todos os outros estivessem a certa distancia daquela área.    

Por telepatia, Kalisk recebeu o sinal de deixar o homem se levantar, a situação já estava controlada, mas as satélites igualmente como o coiote lunar, estavam alertas e as flechas ainda apontadas na direção dos últimos seis cavaleiros, forçando-os de fato a se retirarem. Ao verem os invasores saírem da vista, a líder do grupo comentou com todos que deveriam destruir aquele acampamento base como eles a chamavam, e o defensor quadrúpede novamente se dispôs ao serviço, a satélite só deu uma olhada para ele, a duvidar que o colega conseguisse realizar tal coisa.

- Kalisk, sei que és capaz de muita coisa como temos visto em seus treinamentos no reino lunar e aqui na terra, mas tens certeza que podes sem qualquer poder acabar com estas estruturas? ( Lider das satélites )

“” – Primeira coisa. Claro que possuo poder, o poder do meu cosmo! Só porque não o manifestei na presença de vocês não significa que não possua, embora que ainda seja fraco, o tenho sim. E engana-se se pensas que não tenho condições de acabar com essa base sem usar poder, sou capaz claro. Permita-me e olhe!”” ( Kalisk – por pensamento)

Correndo a passos normais de coiote, Kalisk entra no estabelecimento dos dormitórios dos cavaleiros, ali as estruturas eram mais antigas, suas vigas eram feitas de madeira ao invés de concreto, e usando de suas garras que ganharam bastante resistência nos treinamentos no plano lunar, destroça a parte inferior de cada viga, sendo as mesmas a sustentarem o teto do lugar, e fazendo seus próprios cálculos, Kalisk em alguns minutos se retirou daquele espaço deixando ainda tudo como estava visto por fora, e se dirigiu a estrutura mais recente, esta sim bem fortalecida, principalmente por ter que sustentar uma enorme antena acima dela. Mas a base central teria algo mais, uma vez que o outro espaço seria somente os dormitórios, teria que existir um local de refeição para todos, ou seja, Kalisk procurava a cozinha da base. E seguindo seu faro treinado, não demorou a sentir o cheiro da comida, encontrando o que procurava, um enorme espaço onde caberia uns vinte homens para fazer as refeições. Havia ali além das mesas, geladeiras e fogões, entre armários e freezers, mas o que queria mesmo estava a sua frente, e seus olhos pareciam sorrir. Alguns instantes depois, Kalisk retorna junto ao grupo de satélites sem ninguém ter visto nada de diferente feito por pelo coiote.

- O que era pra eu ver Kalisk? ( Líder das satélites)

O coiote estava de costas para a base olhando para a líder do grupo enquanto a mesma lhe perguntava, e nesse instante ao fim de sua fala, uma enorme explosão aconteceu na base central chegando a tremer todo solo nas proximidades e as satélites chegarem a ajoelharem-se no chão para se firmar, tremor mais que suficiente para também terminar de abalar as estruturas já danificadas por ele no dormitório, que veio a baixo no instante seguinte da grande explosão em sincronia com a queda da enorme antena de comunicações que terminou de destruir tudo que havia sob ela.

“” – Só cortei umas mangueiras, acendi o pavio e fiz bum!”” ( Kalisk – por pensamento)

O grupo das satélites ficaram realmente impressionadas com Kalisk, e combinaram que agora restaria pouco a que fazer por ali, de modo, Kalisk já informou a líder que seguiria até o próximo grupo, ver como está a situação delas, e se precisavam de algo. Permissão concedida prontamente, mesmo que não precisasse de tal, Kalisk seguiu rumo ao grupo três.



( Continua... )
Mensagens : 19

Ficha
VIDA:
300/300  (300/300)
COSMO:
650/650  (650/650)
Nível: 54

Pontos : 23

Ficha
VIDA:
300/300  (300/300)
COSMO:
650/650  (650/650)
Nível: 54

Data de inscrição : 04/05/2015

Ficha
VIDA:
300/300  (300/300)
COSMO:
650/650  (650/650)
Nível: 54

Localização : RS

Ficha
VIDA:
300/300  (300/300)
COSMO:
650/650  (650/650)
Nível: 54

Ver perfil do usuário
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Arco de Ártemis em Dom Maio 10, 2015 8:47 pm
Parabéns pelas narrativas, elas melhoraram bastante. O uso de imagens é bem interessante, a ilustração do post ajuda a não torná-lo muito monótono. Cinco níveis por cada postagem, totalizando dez!

_________________
Mensagens : 24

Ficha
VIDA:
2000/2000  (2000/2000)
COSMO:
2000/2000  (2000/2000)
Nível: 80

Pontos : 54

Ficha
VIDA:
2000/2000  (2000/2000)
COSMO:
2000/2000  (2000/2000)
Nível: 80

Data de inscrição : 28/12/2014

Ficha
VIDA:
2000/2000  (2000/2000)
COSMO:
2000/2000  (2000/2000)
Nível: 80

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Kalisk de Agrotera em Seg Maio 11, 2015 12:13 am


Chegando à região de atuação do grupo três, Kalisk se depara com a líder de satélites do grupo quatro e fica intrigado, já procurando saber o que houve para elas estarem por ali e não perceber a presença do outro grupo nas redondezas. Segue-se a comunicação via telepatia:

- A comandante nos comunicou para virmos cobrir a área do grupo três, o grupo um e três focaram em um objetivo novo, algo a ver com cavaleiros negros. O grupo um havia descoberto e foram informadas das ações e potencial desse grupo, e por via das duvidas, pediram reforços. De momento é só o que sabemos. (Líder das satélites, grupo 4)

- Dez guerreiras juntas é uma força considerável, provavelmente não venham a precisar de minha ajuda. Estarei aqui com vocês até o grupo três retornar. (Kalisk)

- Não Kalisk! Recebi boas noticias suas, e lhe recomendo outro lugar de treinamento mais apropriado. Não sei se estará a altura do desafio, mas és astucioso e hábil, tens potencial para realizar treinamentos mais eficazes para desenvolver seus potenciais nesse outro lugar. O local é na lua e não aqui na terra. (Líder das satélites, grupo 4)

- Com todo respeito irmã! Desejo sim me desenvolver, mas penso que os desafios existentes aqui na terra estejam mais a minha altura, tanto pela dificuldade quanto pela variedade de situações e mudanças de percursos que possam vir a aparecer, e eis que terei que provar a mim mesmo que sou capaz de me virar e resolver o que puder e estiver ao meu alcance. Se eu me desenvolver mais, alguns destes desafios serão mais fáceis de lidar, e deixarão de serem desafios à altura. Aqui aprenderei a desenvolver estratégias para cada momento de dificuldade, com um risco adequado a proporção da dificuldade, sabendo que normalmente estarei a um passo a frente com algumas vantagens que já possuo, mas nem por isso não correrei riscos. Prefiro ficar, por algum tempo ainda, até chegar a hora de subir de nível nos treinamentos. (Kalisk)

- Tudo bem. Mas nós aqui não vamos fazer muita coisa. Será inútil permanecer conosco. Sugiro que siga até o grupo de nossa comandante de missão, lá provavelmente ela terá algo melhor para lhe empregar. (Líder das satélites, grupo 4)

- Não faço ideia onde o grupo cinco se encontra agora ou para onde se dirige, podes me informar irmã? (Kalisk)

- Ela se encontra na cidade de Éfaso, lá se encontra o maior templo construído para a nossa Deusa. A ordem por lá prevalece, mas em qualquer missão, lá um grupo fica, pois é onde possuímos maior poder e elo com nosso reino e com nossa deusa. O povo por lá é muito crente e contribui bastante a milhares de anos em prol do nosso reino, e retribuímos da mesma forma pela dedicação e fidelidade daquele povo. Talvez seja o único povo onde podemos dizer que sentimos mais próximos de casa. Vá para lá e fale com a comandante da missão. (Líder das satélites, grupo 4)

- Obrigado! Partirei imediatamente. (Kalisk)

O aspirante retira-se da presença do quarto grupo rapidamente, até chegar na cidade de Éfaso dito pela satélite, Kalisk ainda demoraria mesmo a correr velozmente, em torno de umas 15 horas, para humanos a cavalos a percorrerem o mesmo percurso, em uma viagem ininterrupta levariam em torno de dois dias e meio. Passado esse período e o coiote superado montanhas, vales, terrenos pedregosos e algumas dunas de areia, finalmente alcança seu objetivo já um tanto ofegante e com alguma sede. Enquanto não for oficialmente reconhecido como defensor da deusa e tiver uma patente, seu corpo sentira bastante alguns efeitos físicos ainda permanecentes em seu status terreno. Kalisk entra na cidade, e em alguns minutos já andando mais devagar e recuperando o fôlego, se depara de frente ao belo templo de Ártemis muito bem construído sob a superfície terrestre.


A comandante da missão havia sido informada pela própria deusa que Kalisk estaria a caminho e chegaria cansado, e junta com as outras guerreiras, providenciaram no templo um espaço pequeno porém confortável e privativo, onde o aspirante pudesse recuperar suas forças, descansar e estar bem para o próximo dia. A comandante vê o novo pretendente e potencial defensor entrar no templo um tanto abatido, esperando ele aproximar-se do grupo no interior do templo. O momento consistia de pleno sol ao entardecer, os raios rasgando transversalmente os enormes pilares que rodeiam o templo da deusa, a região era plana embora elevada em relação ao nível do mar, contribuindo para que uma brisa úmida e refrescante penetra-se e atravessa-se o local, balançando as folhas e pétalas de algumas flores em vasos ornamentados que se situavam entre uma coluna sim e outra não dentro daquele enorme espaço. Como de costume, Kalisk e os outros defensores de Ártemis só se comunicam através de telepatia, qualquer humano próximo ou outro ser incapaz de dominar tal dom, não perceberia a conversa entre o quadrupede e as guerreiras de Ártemis.

- Cumprimentos comandante da missão! A líder do grupo... *Para de falar ao ser interrompido* (Kalisk)

- Espere Kalisk! Recebemos um pedido da deusa para lhe aguardar e preparar um espaço que possas repousar, siga com a satélite ao lado para seus aposentos aqui no templo. Amanhã será um novo dia e certamente terás novas atividades a serem cumpridas por você. Já fizeste muito nas últimas horas sem perder tempo, mas tempo é o que mais possuímos, mas também precisamos repor nossas energias, não só as físicas como espirituais. Vá, tome um banho, se alimente e durma! Lhe aguardo amanhã cedo para conversarmos. (Comandante da Missão)

Kalisk meneou a cabeça de forma positiva sem pestanejar, afinal, foi um pedido direto da deusa, e tinha que reconhecer que um pouco de descanso viria em boa hora depois de correr tanto, porque as outras ações não exigiram tanto e para o coiote foram até fortificantes. Mas seguiu a satélite que o guiará até o aposento no templo, onde havia uma pequena banheira com água morna o aguardando, uma mesa baixa com alguns pratos e comidas fartas, um pequeno banquete para aquele humilde ser, e uma cama apropriada e aconchegante para descansar. Kalisk foi deixado sozinho no espaço pela satélite, porém em seguida entrou três humanas em vestidos brancos, uma cuidou do banho e lhe fez ficar além de limpo com o corpo relaxado após meia hora de banho em água morna, a segunda tratou de alimenta-lo, servindo-lhe e fazendo-o comer direito e sem pressa apenas o que ele quisesse, a terceira preparou bem o ambiente e a cama de Kalisk, o coiote ao deitar-se e baixar a cabeça sobre as patinhas dianteiras, começou a fechar os olhos ouvindo o som da voz tenra e delicada da serviçal do templo da deusa, que lhe contará um conto para dormir, e assim o aspirante acabou adormecendo e tendo bons sonhos.

( Continua... )
Mensagens : 19

Ficha
VIDA:
300/300  (300/300)
COSMO:
650/650  (650/650)
Nível: 54

Pontos : 23

Ficha
VIDA:
300/300  (300/300)
COSMO:
650/650  (650/650)
Nível: 54

Data de inscrição : 04/05/2015

Ficha
VIDA:
300/300  (300/300)
COSMO:
650/650  (650/650)
Nível: 54

Localização : RS

Ficha
VIDA:
300/300  (300/300)
COSMO:
650/650  (650/650)
Nível: 54

Ver perfil do usuário
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Arco de Ártemis em Seg Maio 11, 2015 6:07 pm
Quatro níveis serão adicionados.

_________________
Mensagens : 24

Ficha
VIDA:
2000/2000  (2000/2000)
COSMO:
2000/2000  (2000/2000)
Nível: 80

Pontos : 54

Ficha
VIDA:
2000/2000  (2000/2000)
COSMO:
2000/2000  (2000/2000)
Nível: 80

Data de inscrição : 28/12/2014

Ficha
VIDA:
2000/2000  (2000/2000)
COSMO:
2000/2000  (2000/2000)
Nível: 80

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Kalisk de Agrotera em Seg Maio 11, 2015 6:15 pm


O clarear do amanhecer restabeleceu-se ao som do canto entoado por centenas de pássaros que voavam sobre o verde semeado há anos pelos cidadãos, tornando a paisagem em volta do Templo de Ártemis mais lindo e sempre bem cuidado pelos cidadãos da cidade de Éfaso. Alguns baixos suspiros ainda eram dados pelo animal lunar já no fim de seu repouso, quanto algumas cores deslumbrantes repercutiram em esculturas pintadas desviando seus tons ao ambiente onde Kalisk se encontrava, e a cortina que separava seu aposento deslizava-se sutilmente pro lado, passos silenciosos se aproximavam e um cheiro peculiar tocou um dos sentidos do coiote, fazendo-lhe abrir os olhos devagar e acorda-lo para o novo dia que amanhecerá. As serviçais do templo estavam a servir Kalisk a refeição matinal, composta por: pães quentinhos, pedaços de queijo fatiados, uma ou duas pul punica, três pedaços de carne de porco recém preparados e uma vasilha de leite de cabra morno (de aproximadamente um litro e meio). Kalisk não esperava por um café da manhã tão completo, normalmente sua refeição matinal não chegava a se comparar nem a uma quinta parte daquilo que constava agora a frente de seu focinho.  Enquanto se alimentava, Kalisk começou a refletir sobre algumas coisas que perceberá nos últimos dias:

“” Lá da lua pode-se ver o quanto a terra está carregada de más energias, mas também há as boas, o que não é novidade, mas as ações dos seres humanos são de surpreender, e mesmo de nos chocar muitas vezes. Durante estes dias de treinamento, descobri que o espírito humano é muito, ou melhor, bastante fraco na grande maioria das pessoas, pois como pode sacerdotes que passam anos dedicando sua vida para servir a uma deusa e ajudar e conviver em harmonia com seus irmãos e seu povo, deixarem-se serem manipulados facilmente por uma amostra de poder sobre-humana que vem de outra origem se não dos próprios representantes da deusa que tanto amam e idolatram, compactuar com a ideia de roubar um artefato sagrado cujo valor reconhecem bem, e ainda por cima queriam vende-lo, como também outros objetos roubados sabe-se de onde ou de quais famílias.  Seus corações já deveriam estar enfraquecidos, ou suas essências, sua própria natureza seguindo um rumo contrário na vida que não fosse seguir nossa deusa, e ter sim uma vida normal como outros do vilarejo fora do templo, porque quem de fato ama o que faz, não deixa o orgulho, o ego e a ambição crescerem em seu interior, permitir escapulir a humildade de vosso peito e agir a mando de desconhecidos, que sabe-se lá de onde saíram, ou vai saber quem é o superior deles. “”

Mastiga um pedaço de carne e toma um pouco de leite..

“” Não sabia que existia outra deusa, e irmã da Deusa Ártemis, será que há outros deuses também? É provável. Mas meu povo sempre acreditou e presenciou os milagres e a ajuda que a Deusa Ártemis nos concedeu nos momentos mais difíceis e nos mais alegres, nos amparou em sua divina presença e ouviu nossas orações, mas respeitando o livre arbítrio que os humanos possuem de escolherem o caminho que desejam seguir em suas vidas. Jamais misturam ambas as realidades, a realidade dos imortais com a realidade dos mortais, no universo o equilíbrio precisa ser mantido, da mesma forma que não há escuridão sem luz, e nem luz sem escuridão, mas prevalece aquele que mantém os dois dentro de si e sob controle, e pelos dois caminhos possa seguir sem medo ou culpa. Um equilíbrio que deveria sempre haver nos humanos, o bom senso de saber cuidar da principal fonte de riqueza que os sustenta, e de honrar aqueles que podem contribuir por condições melhores para seus sustentos ou sobrevivência, a Mãe Terra e os Deuses. Me dói o coração por saber que tão poucos entre milhares de humanos retém essa consciência do todo, onde ao invés de brigarem e se distanciarem, deveriam se unir, pedir mais auxilio e honrar aos deuses para suas vidas prosperarem, e não ficarem a se destruir uns aos outros, e principalmente a usurparem descaradamente os presentes naturais da Mãe Terra, que garanto estar a chorar por seus filhos. “”

Termina com os pães, devora o último pedaço de carne olhando para a janela ao alto de seu aposento onde se embrenha alguns raios de sol e uma nuvem pequena pode ser vista passando a ser levada pelos ventos.

“”Cavaleiros de Aço.. Que propósitos será ao qual eles defendem? De quê será que são aquelas armaduras deles, são bem diferentes e mais bem acabados que os coletes e armaduras que conheci nas viagens de meu amado povo nômade pelo norte. Percebi serem resistentes como ferro, não, mais que somente ferro. Que tipo de material será? E porque a irmã de nossa deusa iria querer invadir o território que não lhe pertence, embora cada uma tenha seu próprio domínio, deuses existem para ajudar a manter a ordem na terra, e talvez essa ordem lidem com vários aspectos do planeta ou mesmo que seja parte do fruto das diferentes naturezas humanas, já que sei pelo que meu avô ainda me dizia, que são os humanos que geram e fortaleçam os deuses através da energia emanada de suas essências espirituais, em outras palavras, por mais que demore décadas ou centenas de anos, quanto mais alimentamos nosso espírito com algo, aquilo dará força a criação de uma nova essência, ou desenvolverá mais uma já existente. Será que meu espírito possui tamanho potencial para crescer e ficar tão forte e me aproximar do poder dos Anjos Lunares, os guardiões mais poderosos e próximos de nossa Deusa. Ouvi apenas uma vez esse conto de minha avó, que dos céus surgiriam os poderosos anjos celestiais sob o luar, a acompanhar a soberana e rainha da lua, a trazer a paz e a justiça diante o seu povo, os protegeriam e trariam as bênçãos da prosperidade plana, e todo àquele que algum mal fizer, pelas satélites seria castigado, mas aos grandes adversários, se viriam a confrontar pelos guardiões supremos da grande deusa. “”

- Conversando consigo mesmo irmão Kalisk! (Satélite)

A voz de uma satélite quebra o pensamento solitário do coiote, que finaliza sua refeição com alguns últimos goles de leite de cabra, e volta sua atenção a irmã que estava parada na entrada do aposento. A satélite possuía a cobrir seu corpo uma espécime de vestimenta reforçada assemelhando-se a escamas de répteis, que ajudariam no quesito velocidade oferecendo uma melhor aerodinâmica nos ágeis movimentos que realizam para melhor posicionar sua pontaria e uso das flechas durante os combates mais desafiadores, que revestia deste os pés até metade das coxas, todo quadril de modo a não lhe prejudicar o movimento, antebraço até a parte de cima das mãos, ombro, peito a fixar-se com uma faixa a cruzar as costas, base do pescoço e uma tiara que reveste sua fronte e laterais do rosto. A vestimenta embora seja negra, ela também mantém a graça e delicadeza da forma feminina, mas contribui em muito para que as guerreiras mais ofensivas da Deusa Ártemis sejam furtivas e se ocultem ao agirem na penumbra da noite sob o comando direto de sua líder de batalhão, esta ao qual já teria a mesma vestimenta, mas com alguns detalhes diferenciados.


- A sim! Às vezes é bom refletir. Procurar ver mais longe sabe! (Kalisk)

- Sei sim. E saiba de uma coisa, se acreditares muito ser capaz, terás sempre força para evoluir e atingir o que mais desejas! Jamais duvide de si mesmo e busque sempre auxilio em nossa deusa quanto precisares. Ela jamais nos abandonou e jamais lhe abandonará após provar ser merecedor de sua futura patente! (Satélite)

- Obrigado! Não irei esquecer. (Kalisk)

- Agora venha, aguardam sua presença no salão. Já descansou por umas 12 horas, deves estar bem recuperado imagino depois dessa boa refeição da manhã. Estou certa? (Satélite)

- Isso tudo? Tá bem. Vamos! (Kalisk)



(Continuação...)
Mensagens : 19

Ficha
VIDA:
300/300  (300/300)
COSMO:
650/650  (650/650)
Nível: 54

Pontos : 23

Ficha
VIDA:
300/300  (300/300)
COSMO:
650/650  (650/650)
Nível: 54

Data de inscrição : 04/05/2015

Ficha
VIDA:
300/300  (300/300)
COSMO:
650/650  (650/650)
Nível: 54

Localização : RS

Ficha
VIDA:
300/300  (300/300)
COSMO:
650/650  (650/650)
Nível: 54

Ver perfil do usuário
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Arco de Ártemis em Seg Maio 11, 2015 7:00 pm
Cinco níveis adicionados. Achei interessante esse acréscimo de uma satélite, a imagem e tal. Vamos ver o desenrolar da história!

_________________
Mensagens : 24

Ficha
VIDA:
2000/2000  (2000/2000)
COSMO:
2000/2000  (2000/2000)
Nível: 80

Pontos : 54

Ficha
VIDA:
2000/2000  (2000/2000)
COSMO:
2000/2000  (2000/2000)
Nível: 80

Data de inscrição : 28/12/2014

Ficha
VIDA:
2000/2000  (2000/2000)
COSMO:
2000/2000  (2000/2000)
Nível: 80

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem por Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum