Primeiro Arco - Navios do Norte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mensagem por The Saint em Sab Abr 18, 2015 5:02 pm
Aqui começa o primeiro arco de toda a história do CL. Esta era foi na versão 4.5 do CL. Decidimos começar por ela por um simples motivo: Foi a época mais rudimentar em relação ao tempo do CL. A sua tarefa é criar tentar mudar o desfecho desta história. Use de todos os seus métodos.
OBS: Todos os textos, incluindo as técnicas e a narração foram narradas por personagens antigos. Sendo assim, todos os erros ortográficos permaneceram.
Instruções:
Para participar deste modo, você deverá criar um tópico aqui com o nome: " Modo História de 'personagem' ". Você deverá escolher um lado(Ora Cavaleiro do santuário, Ora Cavaleiro do Santuário do Norte) para fazer esta missão.

Personagens:


Flávio de Lince: Um dos cavaleiros de bronze da era medieval, ajudou na guerra contra o santuário do norte, e também foi um sobrevivente, e se tornou um mestre em gerações futuras.
Técnicas de Flávio:
Nome: Fusion Flare
Descrição: Um golpe formado das Chamas Azuis de Flávio com as Chamas normais que ocupa boa parte do inferno, abrindo sua mão direita Flávio faz as chamas do inferno que são vermelhas (cor normal) aparecer como que fosse em um esqueiro, e na sua mão esquerda ele invoca sua chama azul, quando faz isso junta sua duas mãos uma com a outra e fecha, puxando apenas sua mão esquerda uma bola de fogo e formada com a cor vermelha e azul (lindo a cor *-*) lançando a bola numa velocidade de 350 m/s ela pode ter um alcance de 200 m ao ficar ha 10 - 5 metros de distancia do oponente ela mesma se explode causando uma explosão de 75 m apenas Flávio é a Deusa Atena não são atingidos.
Gasto: 210
Hagazard de Fênix:O cavaleiro de fênix medieval, era um cavaleiro iniciante quando a guerra começou. Demonstrou um pouco de falta de preparo ao longo da guerra, mas depois se superou salvando seus amigos entregando a própria vida.
Técnicas de Hagazard:
Nome da Técnica: Punhos da Fênix
Descrição: Hagazard envolve os seus punhos em chamas e, em seguida, tenta socar o seu adversário com um forte soco que ao tocar o oponente explode.(Este ataque pode também ser realizado com apenas uma das mãos)
Gasto: - 100 CS(com 2 mãos) - 50 CS(com 1 mão)
Kyōkai de Equuleus: Responsável pelo começo da virada do reino de Atena na guerra contra o santuário do norte, foi também um dos cavaleiros a morrer nesta guerra, foi o mentor estratégico da equipe em boa parte do combate.
Técnicas de Kyōkai:
Nome: Explosão da supernova
Descrição: Usando todo o seu cosmo, cria uma poderosa bola de fogo, depois a dispara contra inimigo criando uma explosão.
Nome: Tempestade de Plêiades
Descrição: Técnica que une os grupos de estrelas de, o aglomerado estelar das Plêiades e sua constelação de Cavalo Menor. Usando seu cosmo atrai para si sete esferas de cores diferente representando as plêiades, que são disparadas. Durante o percurso as sete estrelas se unem em uma só multicolor e logo após a imagem de um cavalo acompanha a energia formando um feixe branco que atravessa o inimigo, este ao receber o golpe tem a ilusão de um imenso cavalo relinchando em sua frente enquanto recebe o impacto.
Thorio de Taça: Único guerreiro do Santuário do Norte. Um dos guerreiros mais poderosos que já surgiu na terra.
Técnicas de Taça:

Nome da Técnica: Taça Receptora
Descrição: O cavaleiro de Taça expande a cosmo energia azul safira, por meio de ambas as mãos juntas formando uma taça, faz uso das mesmas, para direcionar o ataque inimigo enviado, na direção de uma espécie de Taça de 5 metros de altura que é obtida pela cosmo energia do cavaleiro de prata de Taça que encontra-se há 10 metros de altura de ambos os combatentes.
Observação: A taça criada pela cosmo energia desaparece após o efeito da técnica dissipar.
Gasto: 300 de Cosmo



Na Fortaleza Aenir, Itália, Novembro de 1685

Prólogo

Na Fortaleza Aenir, Itália, Novembro de 1485...
Uma carta vinda do extremo norte da Rússia, exatamente do santuário que reside lá. Em suas palavras ricas em ameaça ao santuário de Atena. O motivo; O santuário do Norte quer justiça por causa da morte de seu antigo Líder: Heitor. Segundo os cavaleiros deste santuário, há algum traidor entre os fiéis de Atena, que por este motivo, mataram o Líder do Norte. Nada mais, nada menos que justiça, ou até mesmo vingança, para alguns.
Heitor foi um grande líder, que vestia a armadura dourada de Escorpião, ele fundou o Santuário do Norte, e foi assassino em uma missão com seus parceiros que eram do Santuário de Atena, isso causou uma reviravolta que quebrou o elo entre os Santuários. O santuário de Atena recusou-se á acreditar que um de seus cavaleiros tivessem assassinado Heitor, e custou á insistir que ele fora morto por um dos Cavaleiros negros. Assim, o santuário negou qualquer apoio e ajuda ao Santuário do Norte, por causa deste mesmo motivo.
Indignados, os restantes do Norte enviaram uma carta de ameaça para Atena, alertando que iria invadir e tomar a Fortaleza Aenir (que pertence aos domínios de Atena)  como uma forma de mostrar do que eles eram capazes de fazer quando se tratava da injustiça. E isso iria acontecer na noite de 13 de Novembro, onde eles iriam enviar 10 Navios com diversos soldados do norte sob o comando de um ou dois cavaleiros que eram fiéis á crença dos mesmos.
Atena, sempre determinada em suas escolhas. Enviou cavaleiros para proteger a Fortaleza Aenir. Esses cavaleiros do santuário de Atena, haviam trazido consigo; 100 soldados pra cada um deles, sejam de bronze ou prata. E tinham á disposição, munições, e canhões sobre as muralhas.
Ao anoitecer, um dos soldados rasos avistaram uma frota de navios aproximar-se da fortaleza. - Inimigo à vista! - gritou, com um gesto ao chamar todos os companheiros. De imediato, todos os soldados tomaram posições e preparam os canhões, sendo que não seria possível o uso de armas, já que Atena sempre os proibiu.
Informações Estratégicas ON.

Informações Estratégicas ON.
Spoiler:


Cavaleiros de Atena - Preparando-se, 100 soldados rasos para cada um.
Navios do Norte  10/10 - Estão á 140 metros da fortaleza.
Cavaleiros do Norte - Estão em um dos Navios.
Status da Fortaleza Aenir - Ótimo, os muros e portões estão excelentes.


Geral - Uso de canhões permitido (tanto dos navios, quanto os da Fortaleza), ataques/técnicas de cosmo á longa distância também estão permitidas. A elaboração de estratégias em conjunto estão liberadas.

Parte 1 - O Início de Tudo

Haviam dois cavaleiros de bronze naquele lugar. Já posicionados, ambos estavam observando os Navios que estavam ainda distantes da Fortaleza. Os soldados rasos estavam devidamente organizado, com uma quantidade exata de 200 soldados, todos com seus capacetes de ferro e equipados para qualquer evento. Lince e Fênix pareciam ansiosos, e o cosmo de ambos pareciam queimar por uma luta naquela noite. Mas, deveriam ter cuidado, era uma frota de dez navios, contra dois cavaleiros de bronze e duzentos soldados rasos de Atena.
Um soldado segurando uma luneta, subiu os degraus da escada que havia perto do grande muro; uma escada feita de pedras muito bem delineadas que o levavam aos pontos principais de observação, ou melhor dizendo, até o topo dos muros da Fortaleza, onde estavam os dois cavaleiros de bronze.
- Senhores! Permitam-me! - exclamou o soldado, tomando a frente de ambos e colocando os olhos atrás da luneta, e observando á distância o navio que era comandado pelo Santuário do Norte. - Senhores, são 10 navios em nossa direção, estão á aproximadamente 140 metros da Fortaleza.-  explicou, guardando a luneta novamente.  E virando-se para os dois superiores de bronze, e agachando de maneira formal, em uma reverência. - Creio que a melhor escolha seja preparar os canhões da Fortaleza. -   sugeriu o soldado, permanecendo agachado com o capacete cobrindo seu rosto. Nesse exato momento, o soldado percebeu uma pequena luz acender-se em um dos navios, uma luz que provavelmente vinha de uma vela, ou lampião.
De longe, no alto mar, os marujos que estavam no navio, estavam correndo desesperadamente de um lado para o outro, vestindo algumas vestes, igualmente aos cavaleiros mais rasos do santuário. - PREPARAR CANHÕES! - ordenou um homem alto de barba grisalha, vestindo uma roupa adequada para a época e que em suas costas, possuía uma urna de armadura desconhecida.
Em um instante, todos os homens daquele navio começaram á correr para o porão e trazer as mais diversas munições para os canhões.  Segundo as ordens de seu próprio capitão, apenas um Navio, ou dois, ou até três; poderiam atacar por vez a Fortaleza, para não acabar rapidamente com seu estoque.  - Preparar...! - gritou o homem, enquanto os outros marujos-soldados acendiam o fogo de exatamente 15 canhões que estavam na lateral do navio do Norte.
- FOGO! - gritou, com vontade. E em seguida, 15 canhões foram disparados em direção á fortaleza, em pontos aleatórios do lugar, atingindo as torres e os muros do mesmo. Com uma tentativa de derrubar os muros, sendo que a maioria dos tiros não foram direcionados corretamente e acabaram tomando outra direção.
Na fortaleza, o movimento aumentou, alguns soldados que estavam observando da mesma forma, surpreendeu-se com os tiros repentinos e foram atingidos cruelmente pelas bolas negras do canhão. Que atingiram a maior parte da Fortaleza, aniquilando exatamente 25 soldados e fazendo a fortaleza estremecer.
Os cavaleiros de bronze de Lince e Fênix, com seus sentidos aguçados de um digno cavaleiro, perceberam duas bolas de canhão vindo em suas direções, sendo que uma acabou destroçando-se exatamente abaixo deles, enquanto outra quase os atingiu. Deixando uma cratera no muro da Fortaleza e desequilibrando fortemente Lince e Fênix.
O cavaleiro de Sagita já estava prestes á chegar na fortaleza, enquanto isso, Lince, Fênix e Equuleus, um novo cavaleiro que havia acabado de chegar, preparavam-se sobre os muros atingidos de Aenir. Kyōkai, o qual vestia a armadura de Equuleus, trouxe consigo exatamente 25 cavaleiros rasos para adentrarem na Fortaleza junto à ele, assim pôde encontrar-se com Flávio, o cavaleiro de Lince. Que, a esta altura já ordenava o disparo de canhões contra os navios do Norte que aproximavam-se cada vez mais. A maioria dos navios tinham navegadores experientes que sabiam manusear a coordenação do navio para desviar-se de tais balas de canhão, com exceção de um deles.Apenas um navio conseguiu ser destruído e seus destroços afundaram no mar, enfurecendo ainda mais os cavaleiros do Norte, que realmente perceberam que os Cavaleiros de Atena iriam enfrentar eles.  Alguns soldados rasos foram à beira do mar, para criarem sua própria proteção á frente de Aenir, e jogaram suas lanças contra os navios, sem sucesso pela distância que estavam. Flávio e Kyōkai tiveram um rápido processamento e provavelmente conseguiram pensar em uma estratégia, o que será que eles estariam preparando no alto daquele muro?

-

Ao longe, no mar. Era anunciado um cavaleiro de prata, totalmente fiel ao norte; Thorio de Taça apressou-se em ordenar que os marujos do navio recarregassem os canhões com mais munição. Eis que, um dos homens que possuía uma urna de armadura nas costas, chama a atenção de Thorio, o encarando com um olhar desafiador. - Senhor, creio que seria de ótimas ajuda, se pudesses utilizar tuas habilidades contra a Fortaleza. - pediu, com um sotaque estrangeiro, enquanto as mãos ficavam sobre a alça da urna. O homem que sugeriu à Thorio, chamava-se Neth que liderou várias tropas de caça na Floresta da Rússia, em busca de carne para comer, carne de lobos do norte.

Os marujos do navio notaram que um dos seus navios da frota afundaram, e neste momento, todos gritaram. - Aliado derrotado ! - e surgiu dois homens carregando uma bola de canhão recheada de líquido inflamável em sua superfície, e a depositaram dentro de um canhão, e a incendiaram, criando uma típica bola de fogo. - Preparar..  - ordenou o imediato do navio em que Thorio e Neth de Cristal estavam. - FOGO! - um grande estrondo podia ser escutado à quilômetros, um estrondo que quase tremeu a fortaleza de Aenir.
Os cavaleiros de bronze que estavam no alto do muro observando os navios, enquanto seus soldados rasos recarregavam a munição dos canhões, surpreenderam-se com aquele estrondo, e notaram um bola de fogo rasgar o céu e vindo em suas direções.
Aquela bola de fogo atingiu o meio completo dos Muros da Fortaleza, e que estremecerem toda sua estrutura. Desequilibrando o cavaleiro de Lince e o fazendo despencar de uma altura de 200 metros até o chão, enquanto o cavaleiro de bronze de Equuleus teve seu corpo jogado para o mar, em uma tentativa de se desviar.  A bola de fogo começou á causar um incêndio nas pequenas plantas que contornavam o muro, e esse incêndio poderia trazer sérios problemas para todos os soldados e cavaleiros.
Os muros estão cruelmente atingidos e começam á pegar fogo lentamente e Hagazard, o Fênix, saltou na direção dos Navios, desde o alto do muro de Aenir, e utilizou um de seus golpes de fogo que percorreram até alcançar um dos navios, mas não foi o suficiente, uma Taça cósmica criada por Thorio defendeu os navios, e absorveu todo o dano do golpe flamejante do cavaleiro de Fênix. E, ao voltar ao Navio, com o golpe bem sucedido, Thorio disse - Neth e Marujos, aproveitem a chance de responder altura o ataque lançado pelo inimigo – fala alto Thorio.  - Neth assentiu com a cabeça, e saltou para o alto, e trajou sua armadura de cristal que revestiu seu corpo de forma espetacular. - Tomem! - gritou, do alto, e com suas mãos, fez formar-se uma grande onda aquática e ofensiva que caminhava através do mar, para atingir os muros de Aenir. O santuário de Atena estava em desvantagem na batalha, seria este ataque o ataque final do norte?



Mensagens : 106

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 1

Pontos : 328

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 1

Data de inscrição : 25/12/2014

Ficha
VIDA:
100/100  (100/100)
COSMO:
100/100  (100/100)
Nível: 1

Ver perfil do usuário http://nclrpg.forumeiros.com
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum